1. Ao mestre do coro. Salmo. De Davide.

2. Quando o profeta Natan foi ter com ele, depois de haver pecado com Betsabé.

3. Tem piedade de mim, ó Deus, segundo a tua misericórdia; segundo a multidão das tuas clemências, apaga a minha iniquidade.

4. Lava-me inteiramente da minha culpa, purifica-me do meu pecado,

5. Porque eu reconheço a minha maldade, e o meu pecado está sempre diante de mim.

6. Pequei contra ti só, fiz o que é mau diante dos teus olhos, para que te manifestes justo na tua sentença, recto no teu juízo. (ver nota)

7. Eis que nasci na culpa, e minha mãe concebeu-me no pecado.

8. Eis que te comprazes na sinceridade do coração, e no meu íntimo me ensinas a sabedoria.

9. Asperge-me com o hissope, e serei purificado; lava-me, e me tornarei mais branco que a neve.

10. Faz-me sentir gozo e alegria, exultem os ossos que trituraste.

11. Aparta o teu rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas culpas.

12. Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito firme.

13. Não me arremesses da tua presença e não retires de mim o teu espírito santo.

14. Dá-me a alegria da tua salvação e revigora-me com um espírito generoso.

15. Ensinarei aos iníquos os teus caminhos, e os pecadores se converterão a ti.

16. Livra-me da pena do sangue, ó Deus, Deus meu salvador; a minha língua exulte com a tua justiça.

17. Senhor, abrirás os meus lábios, e a minha boca anunciará os teus louvores.

18. Com efeito, não te apraz o sacrifício; e se te oferecesse um holocausto, não o aceitarias. (ver nota)

19. O meu sacrifício, ó Deus, é um espírito contrito: não desprezaria, ó Deus, um coração contrito e humilhado.

20. Senhor, sê benigno com Sião por tua bondade, reconstruindo os muros de Jerusalém.

21. Então aceitarás os sacrifícios legítimos, as oferendas e os holocaustos; então oferecerão bezerros sobre o teu altar.





“O medo excessivo nos faz agir sem amor, mas a confiança excessiva não nos deixa considerar o perigo que vamos enfrentar”. São Padre Pio de Pietrelcina