1. Todos vós os que tendes sede, vinde às águas: mesmo os que não tendes dinheiro, apressai-vos, comprai trigo e comei: vinde, comprai sem dinheiro, sem pagar, vinho e leite.

2. Por que motivo empregais o dinheiro em coisas que não são (bom) alimento, e o vosso trabalho no que não pode saciar-vos? Ouvi-me com atenção, comei do bom alimento (que eu vos apresento) e deleite-se a vossa alma com manjares substanciosos.

3. Inclinai o vosso ouvido e vinde a mim; ouvi e a vossa alma viverá: farei convosco um pacto eterno (concedendo-vos) as graças que prometi a Davide.

4. Eis que o dei por testemunha aos povos, por chefe soberano às nações.

5. Chamarás um povo, que não conhecias, e as gentes, que te não conheciam, correrão a ti por amor do Senhor teu Deus, do Santo de Israel, que te glorificou.

6. Buscai o Senhor, enquanto se pode encontrar; invocai-o, enquanto está perto.

7. Deixe o ímpio o seu caminho, o homem iníquo os seus pensamentos, e volte-se para o Senhor, o qual terá piedade dele, para o nosso Deus porque ele é muito generoso para perdoar.

8. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos são os meus caminhos, diz o Senhor.

9. Quanto os céus estão elevados acima da terra, tanto se acham elevados os meus caminhos acima dos vossos caminhos, os meus pensamentos acima dos vossos pensamentos.

10. Assim como descem do céu a chuva e a neve, e não voltam mais para lá, sem terem regado a terra, e fecundado, e feito germinar, e dado a semente ao que semeia e pão ao que come,

11. o mesmo sucede com a palavra, que sai da minha boca; não torna para mim vazia, mas faz tudo o que eu quero, produz os efeitos para os quais a enviei.

12. Sim, vós saireis com alegria e sereis conduzidos em paz; as montanhas e os outeiros cantarão diante de vós cânticos de louvor, e todas as árvores do país baterão palmas.

13. Em lugar dos espinhos, crescerá o cipreste, e em vez da urtiga crescerá a murta. Isto será glória para o Senhor, um sinal eterno, que não será destruído.





“A mulher forte é a que tem temor de Deus, a que mesmo à custa de sacrifício faz a vontade de Deus.” São Padre Pio de Pietrelcina