1. Ao mestre do coro. Para instrumentos de corda. Maskil. De Davide, depois que os Zifeus foram ter com Saul e lhe disseram:

2. "Eis que Davide está escondido entre nós."

3. Salva-me, ó Deus, por teu nome, e com o teu poder defende a minha causa,

4. Ouve, ó Deus, a minha oração; atende às palavras da minha boca.

5. Com efeito, os soberbos levantaram-se contra mim, homens violentos buscaram a minha vida; não puseram a Deus diante dos seus olhos.

6. Mas eis que Deus vem em meu auxílio, o Senhor sustenta a minha vida.

7. Faz recair os males sobre os meus inimigos, e extermina-os por tua fidelidade.

8. Eu te oferecerei um sacrifício voluntário, celebrarei o teu nome. Senhor, porque é bom.

9. Porquanto tem-me livrado de toda a tribulação, e os meus olhos viram confundidos os meus inimigos.





“A ingenuidade e’ uma virtude, mas apenas ate certo ponto; ela deve sempre ser acompanhada da prudência. A astúcia e a safadeza, por outro lado, são diabólicas e podem causar muito mal.” São Padre Pio de Pietrelcina