1. Palavra que foi dirigida pelo Senhor a Jeremias, depois que Nabuzardan, chefe da guarda, o mandou livre de Rama, onde ele estava carregado de cadeias, no meio de todos os cativos que fazia sair de Jerusalém e de Judá, para serem levados a Babilônia. (ver nota)

2. O chefe da guarda, tomando de parte a Jeremias disse-lhe: O Senhor teu Deus anunciou esta calamidade contra este lugar

3. e trouxe-lha. O Senhor executou o que tinha dito. Vós pecastes contra o Senhor, não ouvistes a sua voz: por isso vos atingiu esta desgraça.

4. Agora, eis que te tirei as cadeias que tinhas nas tuas mãos; se queres vir comigo a Babilônia, vem, que porei os meus olhos em ti; mas, se te desagrada vir comigo a Babilônia, fica. Eis aí está toda a terra à tua vista; para o lugar que escolheres, para onde quiseres ir, vai.

5. Podes, pois, (se preferes ficar) viver com Godolias, filho de Aicão, filho de Safan, a quem o rei de Babilônia constituiu governador das cidades de Judá, e (assim) habitar com ele no meio do povo; ou então vai para qualquer parte que mais te agradar. Deu-lhe também o chefe da guarda mantimentos e presentes e deixou-o ir.

6. Jeremias foi para casa de Godolias, filho de Aicão, em Masfa, e habitou com ele no meio do povo que tinha ficado no país.

7. Quando todos os principais do exército, que estavam dispersos pelas províncias, souberam, eles e os seus companheiros, que o rei da Babilônia tinha posto por governador do país a Godolias, filho de Aicão, e que lhe tinha confiado os homens, as mulheres, as crianças e os pobres da terra, que não tinham sido levados a Babilônia,

8. foram ter com Godolias a Masfa. (Os que foram a Masfa, eram): Ismael, filho de Natanias, Joanan e Jonatan, filhos de Carée, Saraias, filho de Taneumet, e os filhos de Ofi, (naturais) de Netofa, e Jezonias, filho de Maacati, eles e as suas gentes.

9. Godolias, filho de Aicão, filho de Safan, assegurou-lhes, sob juramento a eles e aos seus companheiros: Não temais servir os Caldeus, habitai na terra e servi o rei de Babilônia, que passareis bem.

10. Eu habito em Masfa para executar as ordens dos Caldeus que nos forem enviadas. Quanto a vós, fazei a colheita do vinho, dos frutos e do azeite, armazenai-os, e conservai-vos nas cidades que ocupais.

11. Do mesmo modo, todos os Judeus que estavam em Moab, entre os filhos de Amon, na Idumeia e em todas as demais regiões, quando ouviram que o rei de Babilônia tinha deixado os restantes na Judeia e constituído por governador a Godolias, filho de Aicão, filho de Safan,

12. todos estes judeus (digo) voltaram de todos os lugares, por onde se encontraram dispersos, vieram para a terra de Judá, para junto de Godolias, (que estava) em Masfa. Aí colheram vinho e trigo em grandíssima quantidade.

13. Joanan, filho de Carée e todos os chefes do exército, que estavam dispersos pelas províncias, foram ter com Godolias, a Masfa

14. e disseram-lhe: Sabes que Baalis, rei dos filhos de Amon, mandou Ismael, filho de Natanias, para te tirar a vida? Mas Godolias, filho de Aicão, não lhes deu crédito.

15. Joanan, filho de Carée, falou em segredo com Godolias em Masfa, dizendo: Irei e matarei Ismael, filho de Natanias, sem que ninguém o saiba, para evitar que ele te tire a vida, que sejam dispersos todos os Judeus que se acolheram a ti e pereçam os restos de Judá.

16. Porém Godolias, filho de Aicão, disse a Joanan, filho de Carée: Não faças tal coisa, porque o que dizes de Ismael é falso.





“Padre, eu não acredito no inferno – falou um penitente. Padre Pio disse: Acreditará quando for para lá?” São Padre Pio de Pietrelcina