1. Palavra que foi dirigida pelo Senhor a Jeremias, no tempo de Joaquim, filho de Josias, rei de Judá, a qual dizia:

2. Vai a casa dos Recabitas e fala-lhes. Introduzi-los-ás na casa do Senhor, numa das salas, e lá lhes darás vinho a beber.

3. Então tomei Jesonias, filho de Jeremias, filho de Habsanias, seus irmãos, todos os seus filhos e toda a casa dos Recabitas,

4. e introduzi-os na casa do Senhor, no aposento dos filhos de Hanan, filho de Jegdelias, homem de Deus, que estava junto à câmara dos chefes, por cima do quarto de Maasias, filho de Selun, que era o guarda do vestíbulo.

5. Pus diante dos filhos da família dos Recabitas ânforas cheias de vinho e copos, e disse-lhes: Bebei vinho.

6. Eles, porém, responderam: Não beberemos vinho, porque Jonadab, filho de Recab, nosso pai, deu-nos este preceito: Não bebereis jámais vinho nem vós, nem vossos filhos;

7. não edificareis casa, nem fareis sementeiras, nem plantareis vinhas, nem as possuireis, mas habitareis em cabanas todos os dias da vossa vida, para que vivais muitos dias sobre a face da terra, na qual viveis peregrinando.

8. Temos, pois, obedecido à voz de Jonadab, filho de Recab, nosso pai, em todas as coisas que nos mandou, em não beber vinho em todos os nossos dias, nós e nossas mulheres, nossos filhos e filhas,

9. em não edificar casas para nossa morada, em não ter vinhas, nem campos, nem sementeiras.

10. Temos habitado sob tendas e temos obedecido em tudo o que nos mandou Jonadab, nosso pai.

11. Quando Nabucodonosor, rei de Babilônia, entrou em nossa terra, dissemos: Vinde e entremos em Jerusalém, para fugir do exército dos Caldeus e para escapar do exército da Síria. E ficamos em Jerusalém.

12. Então foi dirigida a palavra do Senhor a Jeremias, a qual dizia:

13. Assim fala o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Vai e dize aos homens de Judá e aos habitantes de Jerusalém: Não recebereis vós a minha admoestação de modo que obedeçais às minhas palavras? - diz o Senhor.

14. As palavras de Jonadab, filho de Recab, pelas quais mandou a seus filhos que não bebessem vinho, têm sido observadas; não o têm bebido até ao dia de hoje, porque obedeceram ao preceito de seu pai. Porém eu tenho-vos falado, madrugando muito para vos falar, e não me obedecestes.

15. Enviei-vos todos os meus servos, os profetas, insistentemente, mandando-os dizer: Converta-se cada um de vós do seu caminho perverso e emende o seu proceder; não ande após os deuses estranhos, nem os adore. Então habitareis na terra que vos dei a vós e a vossos pais. Porém não inclinastes o vosso ouvido, não me ouvistes.

16. Sim, os filhos de Jonadab, filho de Recab, guardaram com firmeza o preceito que seu pai lhes tinha dado; mas este povo não me tem obedecido!

17. Pelo que, isto diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Eis que farei vir sobre Judá e sobre todos os habitantes de Jerusalém todas as calamidades com que os tenho ameaçado: com efeito, tenho-lhes falado, e não ouvem, tenho-os chamado, e não me respondem.

18. Então Jeremias disse à família dos Recabitas: Assim fala o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Porque tendes obedecido ao preceito de Jonadab, vosso pai, guardado todas as suas ordens, feito todas as coisas que vos mandou,

19. portanto, isto diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Não faltará varão da estirpe de Jonadab, filho de Recab, que esteja sempre na minha presença todos os dias.





“Diante de Deus ajoelhe-se sempre.” São Padre Pio de Pietrelcina