1. Foi-me dirigida a palavra do Senhor, nestes termos;

2. Filho de homem, volta o teu rosto contra os filhos de Amon e profetiza contra eles.

3. Dirás aos filhos de, Amon: Ouvi a palavra do ;Senhor Deus: Isto diz o Senhor Deus: Porque disseste: É bem feito, é bem feito! sobre o meu santuário, por ter sido profanado, e sobre a terra de Israel, porque foi desolada, e sobre a casa de Judá, porque foi levada para o cativeiro,

4. por isso eu te entregarei como herança aos filhos do oriente, que estabelecerão em ti os seus acampamentos e levantarão as suas tendas, comerão os teus frutos e beberão o teu leite.

5. Reduzirei Rabat a pastagem de camelos, e (o país) dos filhos de Amon a redil de ovelhas. Assim sabereis que eu sou o Senhor.

6. Isto diz o Senhor Deus; Porque bateste palmas e saltaste de gozo, porque sentiste uma alegria desdenhosa pela (infelicidade da) terra de Israel,

7. eis que vou estender sobre ti a minha mão, entregar-te ao saque das gentes, apagar-te do número dos povos, exterminar-te de entre as terras, aniquilar-te. Assim saberás que eu sou o Senhor.

8. Isto diz O Senhor Deus; Porque Moab e Seir disseram: A casa de Judá é como todas as outras nações (nenhum privilégio tem)

9. por isso eis que vou abrir o flanco de Moab, tirando-lhe as cidades, todas as suas cidades, desde as fronteiras, as mais formosas do pais, Betiesimot, Beelmeon e Cariataim.

10. Darei a posse disso, assim como da terra dos Amonitas, aos filhos do oriente, a fim de que não haja mais memória dos filhos de Amon entre as nações.

11. Sobre Moab exercerei assim os meus juízos, e eles saberão que eu sou o Senhor.

12. Isto diz o Senhor Deus: Porque a Idumeia exerceu vingança contra a casa de Judá, e pecou (por isso) por se vingar,

13. por tal motivo, assim fala o Senhor Deus: Estenderei a minha mão contra a Idumeia, tirar-lhe-ei os homens e os animais, e farei dela um deserto; desde Temau até Dedan cairão mortos à espada.

14. Exercerei a minha vingança sobre a Idumeia, pela mão do meu povo de Israel, que tratará Edom segundo a minha ira e o meu furor, e (os Idumeus) reconhecerão a minha vingança, diz o Senhor Deus.

15. Assim fala o Senhor Deus: Porque os Filisteus se entregaram à vingança, se vingaram com profundo desprezo, matando com o (seu) ódio eterno,

16. por esse motivo, isto diz o Senhor Deus: Vou estender a minha mão contra os Filisteus, matarei os Cretenses e exterminarei o que resta na costa do mar. (ver nota)

17. Tomarei deles terríveis vinganças, castigando-os furiosamente. Saberão que sou o Senhor, quando tiver exercido a minha vingança sobre eles.





“Não se aflija a ponto de perder a paz interior. Reze com perseverança, com confiança, com calma e serenidade.” São Padre Pio de Pietrelcina