1. Ora aconteceu que, tendo Samuel envelhecido, constituiu os seus filhos juizes de Israel.

2. Seu filho primogênito chamava-se Joel, e o segundo Abia; e julgavam em Bersabea.

3. Porém os filhos de Samuel não seguiram as suas pisadas, mas deixaram-se arrastar pela avareza, recebendo presentes e julgando injustamente.

4. Tendo-se juntado todos os anciães de Israel, foram ter com Samuel a Rama

5. e disseram-lhe: Bem vês que estás velho e que teus filhos não seguem as tuas pisadas; dá-nos um rei, que nos julgue, como o têm todas as nações.

6. Esta linguagem desagradou a Samuel, porque lhe diziam: Dá-nos um rei para que nos julgue. Samuel fez oração ao Senhor,

7. e o Senhor disse a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo o que te dizem, porque não é a ti que eles rejeitaram mas a mim, para eu não reinar sobre eles.

8. É assim que eles sempre têm feito, desde o dia que os tirei do Egipto até hoje; como me abandonaram a mim e serviram a deuses estranhos, o mesmo te fazem a ti.

9. Ouve, pois, a sua voz, mas dá testemunho contra eles e declara-lhe o direito do rei que reinar sobre eles.

10. Samuel referiu todas as palavras do Senhor ao povo, que lhe tinha pedido um rei,

11. e disse: Este será o direito do rei que vos há-de governar: Tomará os vossos filhos, pô-los-á nos seus carros, fará deles moços de cavalo, e correrão diante dos seus coches.

12. Fará deles seus tribunos, seus centuriões, lavradores dos seus campos, segadores das suas messes e fabricantes das suas armas e carros.

13. Fará de vossas filhas suas perfumadeiras, cozinheiras e padeiras.

14. Tomará também o melhor dos vossos campos, das vossas vinhas, dos vossos olivais, e dá-los-á aos seus servos.

15. Também tomará o dízimo dos vossos trigos e das vossas vinhas, para ter que dar aos seus eunucos e servos.

16. Tomará também os vossos servos e servas, os vossos melhores bois e jumentos, e os empregará no seu trabalho.

17. Tomará também o dízimo dos vossos rebanhos, e vós próprios sereis seus servos.

18. Então clamareis ao Senhor, por causa do rei, que vós mesmos elegestes, mas o Senhor não vos ouvirá naquele dia, porque vós mesmos pedistes um rei.

19. Porém o povo não quis dar ouvidos às palavras de Samuel, antes disse: Não; há-de haver um rei sobre nós,

20. e seremos também como todas as nações; o nosso rei nos julgará, marchará à nossa frente e combaterá por nós nas nossas guerras.

21. Samuel ouviu todas as palavras do povo e referiu-as ao Senhor.

22. O Senhor disse a Samuel: Ouve a sua voz e estabelece sobre eles um rei. Samuel disse aos homens de Israel: Cada um volte para a sua cidade.





“Se você tem dúvidas sobre a fé é exatamente porque tem fé!” São Padre Pio de Pietrelcina