1. Sucedeu naquele tempo que os Filisteus juntaram as suas tropas, a fim de se prepararem para a guerra contra Israel Aquis disse então a Davide: Tem por certo que hás-de vir comigo à campanha, tu e a tua gente.

2. Davide disse a Aquis: Tu verás agora o que há-de fazer o teu servo. Aquis disse a Davide: Eu te constituirei para sempre guarda da minha pessoa. (ver nota)

3. Samuel tinha falecido. Todo o Israel o havia chorado. A sua sepultura foi em Rama, sua pátria. Saul tinha lançado fora do país os magos e adivinhos.

4. Os Filisteus Juntaram-se e foram acampar em Sunam. Saul juntou também todas as tropas de Israel, e foi a Gelboé.

5. Vendo Saul o exército dos Filisteus, teve medo, e agitou-se muito o seu coração.

6. Consultou o Senhor, o qual não lhe respondeu nem por sonhos, nem por sacerdotes, nem por profetas.

7. Saul disse aos seus servos: Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de Piton, e eu irei ter com ela, a fim de a consultar. Os seus servos disseram-lhe: Em Endor há uma mulher que evoca (os mortos).

8. Saul disfarçou-se, tomou outras vestes e partiu com dois homens. Chegaram de noite a casa da mulher, e Saul disse-lhe: Adivinha-me o futuro, evocando um morto, e faz-me aparecer quem eu te disser

9. A mulher respondeu-lhe: Tu bem sabes tudo o que fez Saul, como exterminou do país os magos e os adivinhos; por que armas, pois, ciladas á minha vida, para me matarem?

10. Saul jurou-lhe pelo Senhor, dizendo; Viva o Senhor, que disto não te virá mal algum.

11. A mulher disse-lhe: Quem queres tu que te apareça? Saul disse: Faze-me aparecer Samuel.

12. A mulher, tendo visto aparecer Samuel, deu um grande grito, e disse a Saul: Por que me enganaste? Tu és Saul.

13. O rei disse-lhe: Não temas; que viste tu? A mulher disse a Saul: Vejo um deus que sobe da terra.

14. Saul disse-lhe: Como é a sua figura? Ela respondeu: É um ancião, envolvido numa capa. Saul compreendeu que era Samuel, fez-lhe uma profunda reverência e prostrou-se por terra.

15. Samuel disse a Saul: Por que me Inquietaste, fazendo-me vir cá? Saul respondeu-lhe: Eu acho-me no último aperto, porque os Filisteus fazem-me guerra, e Deus retirou-se de mim, não me quis ouvir nem por profetas, nem por sonhos; por essa razão te chamei, para que me indiques o que devo fazer.

16. Samuel disse: Para que me interrogas, quando o Senhor se afastou de ti e passou para o teu rival?

17. O Senhor te tratará como eu te disse da sua parte, arrancará o teu reino da tua mão e o dará a Davide teu companheiro.

18. Tu não obedeceste à lei do Senhor, nem executaste o decreto da sua ira contra os Amalecitas; por isso te fez hoje o Senhor aquilo que padeces.

19. O Senhor entregará contigo também Israel nas mãos dos Filisteus, e amanhã tu e os teus filhos estareis comigo; o Senhor entregará também nas mãos dos Filisteus o acampamento de Israel. (ver nota)

20. Imediatamente Saul caiu estendido por terra, porque se aterrou com as palavras de Samuel, e estava sem forças, visto que não tinha comido nada todo aquele dia.

21. Estando Saul assim turbado, foi aquela mulher ter com ele e disse-lhe: A tua escrava obedeceu à tua voz, expondo a sua vida, acedendo às palavras que disseste.

22. Ouve, pois, agora também a voz da tua escrava: pôr-te-ei diante um bocado de pão, para que, comendo-o, recobres forças e possas fazer a tua viagem.

23. Ele recusou e disse: Não comerei. Porém, os seus servos e a mulher constrangeram-no, e, tendo enfim cedido a seus rogos, levantou-se do chão e sentou-se num leito.

24. A mulher tinha em casa um gordo novilho, que se apressou a matar; (em seguida) tomando farinha, amassou-a e cozeu pães ázimos,

25. e pôs tudo diante de Saul e dos servos. Eles, tendo comido, levantaram-se e caminharam toda aquela noite.





“Quando o dia seguinte chegar, ele também será chamado de hoje e, então, você pensará nele. Tenha sempre muita confiança na Divina Providência.” São Padre Pio de Pietrelcina