1. Partiu Roboão para Siquém, porque todo o Israel se tinha juntado lá para o constituir rei.

2. Tendo ouvido isto Jeroboão, filho de Nabat, que estava no Egito (pois tinha fugido para lá da presença de Salomão), voltou logo,

3. pois o mandaram chamar. Então ele e todo o Israel foram e falaram a Roboão desta maneira:

4. Teu pai oprimiu-nos com um jugo duríssimo; tu trata-nos com mais brandura do que teu pai, que nos impôs uma grave servidão, alivia-nos um pouco a carga, e nós seremos teus servos.

5. Ele disse-lhes: Tornai a vir daqui a trés dias. Depois que o povo se retirou,

6. teve Roboão conselho com os anciães que tinham sido ministros de Salomão, seu pai, durante a sua vida, e disse-lhes: Que me aconselhais que eu responda ao povo?

7. Eles disseram-lhe: Se contentares este povo, e se o atenderes com palavras doces, eles te servirão para sempre.

8. Ele, porém, abandonou o conselho dos anciães, e começou a consultar os jovens que tinham sido criados com ele estavam na sua companhia.

9. Disse-lhes: Que vos parece? Que devo eu responder a este povo que me veio dizer: Alivia-nos o jugo que teu pai nos impôs?

10. — Eles responderam como jovens e como criados com ele nas delícias, desta forma: Assim responderás ao povo que te veio dizer: Teu pai fez pesadíssimo o nosso jugo, tu alivia-o; assim lhe responderás: O meu dedo mendinho é mais grosso do que as costas de meu pai,

11. meu pai pôs-vos um jugo pesado, mas eu lhe acrescentarei maior peso; meu pai castigou-vos com açoutes, eu castigar-vos-ei com escorpiões.

12. Ao terceiro dia, Jeroboão e todo o povo foram ter com Roboão, segundo ele lhes tinha ordenado.

13. O rei, não fazendo caso do conselho dos anciães, respondeu-lhes com dureza,

14. segundo o conselho dos jovens: Meu pai pôs-vos um jugo pesado, mas eu o farei mais pesado; meu pai castigou-vos com açoutes, eu castigar-vos-ei com escorpiões.

15. O rei não condescendeu com as súplicas do povo, porque era da vontade de Deus que se cumprisse a palavra que tinha dito a Jeroboão, filho de Nabat, por meio de Aías Silonita.

16. Então todo o povo, ao ouvir tão dura resposta do rei disse-lhe assim: Não temos parte com Davide, nem herança com o filho de Isaí. Volta, Israel, para as tuas tendas, e tu, Davide, governa a tua casa.

17. Roboão ficou reinando (sòmente) sobre os filhos de Israel, que habitavam nas cidades de Judá.

18. Então o rei Roboão enviou Adurão, que era superintendente dos tributos, mas os filhos de Israel apedrejaram-no, e ele morreu. Em vista disto o rei Roboão montou apressadamente no seu carro e fugiu para Jerusalém.

19. Assim Israel separou-se da casa de Davide até ao dia de hoje.





Como distinguir uma tentação de um pecado e como estar certo de que não se pecou? – perguntou um penitente. Padre Pio sorriu e respondeu: “Como se distingue um burro de um homem? O burro tem de ser conduzido; o homem conduz a si mesmo!” São Padre Pio de Pietrelcina