1. Seu filho Josafat reinou em seu lugar. Fortaleceu-se contra Israel:

2. estabeleceu companhias de soldados por todas as cidades de Judá, que estavam cercadas de muros, e pôs guarnições na terra de Judá e nas cidades de Efraim, que Asa, seu pai, tinha tomado.

3. O Senhor foi com Josafat, porque andou pelos caminhos de Davide, seu pai, e não pôs a sua confiança nos ídolos

4. mas sim no Deus de seu pai, porque caminhou nos seus mandamentos, e não seguiu os pecados de Israel.

5. O Senhor firmou o reino na sua mão, e todos os de Judá ofereceram dons a Josafat, que adquiriu imensas riquezas e muita glória.

6. Tendo o seu coração tomado coragem nos caminhos do Senhor, fez deitar abaixo em Judá os (altares dos) lugares altos e os ascheras.

7. No terceiro ano do seu reinado, enviou alguns dos seus príncipes a Benali, a Obdias, a Zacarias, a Natanael e a Miqueias, para ensinarem nas cidades de Judá.

8. Com estes (enviou) os Levitas Semeias, Natanias, Zabadias, Azael, Semiramot, Jonatan, Adonias, Tobias, Tobadonias, juntamente com os sacerdotes Elisama e Jorão.

9. Eles instruíam o povo de Judá, levando consigo o livro da lei do Senhor; percorreram todas as cidades de Judá, a instruir o povo.

10. O terror do Senhor espalhou-se por todos os reinos da terra, que confinavam com o de Judá, e não se atreveram a tomar as armas contra Josafat.

11. Até os Filisteus traziam a Josafat donativos e tributo de prata; os Árabes traziam-lhe gado, sete mil e setecentos carneiros e outros tantos bodes.

12. Deste modo Josafat ia-se tornando altamente poderoso. Edificou em Judá fortalezas, em forma de torres, e cidades de depósito.

13. Empreendeu muitas obras nas cidades de Judá. Havia em Jerusalém homens guerreiros e valentes,

14. cujo número, segundo as suas famílias, é este: Em Judá, os chefes de milhares eram: o chefe Adna, com trezentos mil homens valentíssimos;

15. a seu lado, o chefe Joanan, com duzentos e oitenta mil homens;

16. a seu lado, Amasias, filho de Zecri, consagrado ao Senhor, com duzentos mil homens valentes.

17. De Benjamim, Eliada, valoroso na peleja, com duzentos mil homens armados de arcos e de escudos;

18. a seu lado, Jozabad, com cento e oitenta mil soldados armados para a guerra.

19. Todos estes estavam prontos às ordens do rei, sem falar dos outros que ele tinha posto (de guarnição) nas cidades muradas, por todo o pais de Judá.





“É necessário manter o coração aberto para o Céu e aguardar, de lá, o celeste orvalho.” São Padre Pio de Pietrelcina