1. Com efeito, o Reino dos céus é semelhante a um pai de família que saiu ao romper da manhã, a fim de contratar operários para sua vinha.

1. simile est enim regnum cælorum homini patri familias qui exiit primo mane conducere operarios in vineam suam

2. Ajustou com eles um denário por dia e enviou-os para sua vinha.

2. conventione autem facta cum operariis ex denario diurno misit eos in vineam suam

3. Cerca da terceira hora, saiu ainda e viu alguns que estavam na praça sem fazer nada.

3. et egressus circa horam tertiam vidit alios stantes in foro otiosos

4. Disse-lhes ele: - Ide também vós para minha vinha e vos darei o justo salário.

4. et illis dixit ite et vos in vineam et quod justum fuerit dabo vobis

5. Eles foram. À sexta hora saiu de novo e igualmente pela nona hora, e fez o mesmo.

5. illi autem abierunt iterum autem exiit circa sextam et nonam horam et fecit similiter

6. Finalmente, pela undécima hora, encontrou ainda outros na praça e perguntou-lhes: - Por que estais todo o dia sem fazer nada?

6. circa undecimam vero exiit et invenit alios stantes et dicit illis quid hic statis tota die otiosi

7. Eles responderam: - É porque ninguém nos contratou. Disse-lhes ele, então: - Ide vós também para minha vinha.

7. dicunt ei quia nemo nos conduxit dicit illis ite et vos in vineam

8. Ao cair da tarde, o senhor da vinha disse a seu feitor: - Chama os operários e paga-lhes, começando pelos últimos até os primeiros.

8. cum sero autem factum esset dicit dominus vineæ procuratori suo voca operarios et redde illis mercedem incipiens a novissimis usque ad primos

9. Vieram aqueles da undécima hora e receberam cada qual um denário.

9. cum venissent ergo qui circa undecimam horam venerant acceperunt singulos denarios

10. Chegando por sua vez os primeiros, julgavam que haviam de receber mais. Mas só receberam cada qual um denário.

10. venientes autem et primi arbitrati sunt quod plus essent accepturi acceperunt autem et ipsi singulos denarios

11. Ao receberem, murmuravam contra o pai de família, dizendo:

11. et accipientes murmurabant adversus patrem familias

12. - Os últimos só trabalharam uma hora... e deste-lhes tanto como a nós, que suportamos o peso do dia e do calor.

12. dicentes hii novissimi una hora fecerunt et pares illos nobis fecisti qui portavimus pondus diei et æstus

13. O senhor, porém, observou a um deles: - Meu amigo, não te faço injustiça. Não contrataste comigo um denário?

13. at ille respondens uni eorum dixit amice non facio tibi iniuriam nonne ex denario convenisti mecum

14. Toma o que é teu e vai-te. Eu quero dar a este último tanto quanto a ti.

14. tolle quod tuum est et vade volo autem et huic novissimo dare sicut et tibi

15. Ou não me é permitido fazer dos meus bens o que me apraz? Porventura vês com maus olhos que eu seja bom?

15. aut non licet mihi quod volo facere an oculus tuus nequam est quia ego bonus sum

16. Assim, pois, os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos. [ Muitos serão os chamados, mas poucos os escolhidos.]

16. sic erunt novissimi primi et primi novissimi multi sunt enim vocati pauci autem electi

17. Subindo para Jerusalém, durante o caminho, Jesus tomou à parte os Doze e disse-lhes:

17. et ascendens Jesus Hierosolymam adsumpsit duodecim discipulos secreto et ait illis

18. Eis que subimos a Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos príncipes dos sacerdotes e aos escribas. Eles o condenarão à morte.

18. ecce ascendimus Hierosolymam et Filius hominis tradetur principibus sacerdotum et scribis et condemnabunt eum morte

19. E o entregarão aos pagãos para ser exposto às suas zombarias, açoitado e crucificado; mas ao terceiro dia ressuscitará.

19. et tradent eum gentibus ad deludendum et flagellandum et crucifigendum et tertia die resurget

20. Nisso aproximou-se a mãe dos filhos de Zebedeu com seus filhos e prostrou-se diante de Jesus para lhe fazer uma súplica.

20. tunc accessit ad eum mater filiorum Zebedæi cum filiis suis adorans et petens aliquid ab eo

21. Perguntou-lhe ele: Que queres? Ela respondeu: Ordena que estes meus dois filhos se sentem no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda.

21. qui dixit ei quid vis ait illi dic ut sedeant hii duo filii mei unus ad dexteram tuam et unus ad sinistram in regno tuo

22. Jesus disse: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu devo beber? Sim, disseram-lhe.

22. respondens autem Jesus dixit nescitis quid petatis potestis bibere calicem quem ego bibiturus sum dicunt ei possumus

23. De fato, bebereis meu cálice. Quanto, porém, ao sentar-vos à minha direita ou à minha esquerda, isto não depende de mim vo-lo conceder. Esses lugares cabem àqueles aos quais meu Pai os reservou.

23. ait illis calicem quidem meum bibetis sedere autem ad dexteram meam et sinistram non est meum dare vobis sed quibus paratum est a Patre meo

24. Os dez outros, que haviam ouvido tudo, indignaram-se contra os dois irmãos.

24. et audientes decem indignati sunt de duobus fratribus

25. Jesus, porém, os chamou e lhes disse: Sabeis que os chefes das nações as subjugam, e que os grandes as governam com autoridade.

25. Jesus autem vocavit eos ad se et ait scitis quia principes gentium dominantur eorum et qui majores sunt potestatem exercent in eos

26. Não seja assim entre vós. Todo aquele que quiser tornar-se grande entre vós, se faça vosso servo.

26. non ita erit inter vos sed quicumque voluerit inter vos major fieri sit vester minister

27. E o que quiser tornar-se entre vós o primeiro, se faça vosso escravo.

27. et qui voluerit inter vos primus esse erit vester servus

28. Assim como o Filho do Homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar sua vida em resgate por uma multidão.

28. sicut Filius hominis non venit ministrari sed ministrare et dare animam suam redemptionem pro multis

29. Ao sair de Jericó, uma grande multidão o seguiu.

29. et egredientibus eis ab Hiericho secuta est eum turba multa

30. Dois cegos, sentados à beira do caminho, ouvindo dizer que Jesus passava, começaram a gritar: Senhor, filho de Davi, tem piedade de nós!

30. et ecce duo cæci sedentes secus viam audierunt quia Jesus transiret et clamaverunt dicentes Domine miserere nostri Fili David

31. A multidão, porém, os repreendia para que se calassem. Mas eles gritavam ainda mais forte: Senhor, filho de Davi, tem piedade de nós!

31. turba autem increpabat eos ut tacerent at illi magis clamabant dicentes Domine miserere nostri Fili David

32. Jesus parou, chamou-os e perguntou-lhes: Que quereis que eu vos faça?

32. et stetit Jesus et vocavit eos et ait quid vultis ut faciam vobis

33. Senhor, que nossos olhos se abram!

33. dicunt illi Domine ut aperiantur oculi nostri

34. Jesus, cheio de compaixão, tocou-lhes os olhos. Instantaneamente recobraram a vista e puseram-se a segui-lo.

34. misertus autem eorum Jesus tetigit oculos eorum et confestim viderunt et secuti sunt eum

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.




Livros sugeridos



“Seja modesto no olhar.” São Padre Pio de Pietrelcina