1. Alguns fariseus e escribas de Jerusalém vieram um dia ter com Jesus e lhe disseram:

1. tunc accesserunt ad eum ab Hierosolymis scribæ et Pharisæi dicentes

2. Por que transgridem teus discípulos a tradição dos antigos? Nem mesmo lavam as mãos antes de comer.

2. quare discipuli tui transgrediuntur traditionem seniorum non enim lavant manus suas cum panem manducant

3. Jesus respondeu-lhes: E vós, por que violais os preceitos de Deus, por causa de vossa tradição?

3. ipse autem respondens ait illis quare et vos transgredimini mandatum Dei propter traditionem vestram

4. Deus disse: Honra teu pai e tua mãe; aquele que amaldiçoar seu pai ou sua mãe será castigado de morte (Ex 20,12; 21,17).

4. nam Deus dixit honora patrem et matrem et qui maledixerit patri vel matri morte moriatur

5. Mas vós dizeis: Aquele que disser a seu pai ou a sua mãe: aquilo com que eu vos poderia assistir, já ofereci a Deus,

5. vos autem dicitis quicumque dixerit patri vel matri munus quodcumque est ex me tibi proderit

6. esse já não é obrigado a socorrer de outro modo a seus pais. Assim, por causa de vossa tradição, anulais a palavra de Deus.

6. et non honorificabit patrem suum aut matrem et irritum fecistis mandatum Dei propter traditionem vestram

7. Hipócritas! É bem de vós que fala o profeta Isaías:

7. hypocritæ bene prophetavit de vobis Esajas dicens

8. Este povo somente me honra com os lábios; seu coração, porém, está longe de mim.

8. populus hic labiis me honorat cor autem eorum longe est a me

9. Vão é o culto que me prestam, porque ensinam preceitos que só vêm dos homens (Is 29,13).

9. sine causa autem colunt me docentes doctrinas mandata hominum

10. Depois, reuniu os assistentes e disse-lhes:

10. et convocatis ad se turbis dixit eis audite et intellegite

11. Ouvi e compreendei. Não é aquilo que entra pela boca que mancha o homem, mas aquilo que sai dele. Eis o que mancha o homem.

11. non quod intrat in os coinquinat hominem sed quod procedit ex ore hoc coinquinat hominem

12. Então se aproximaram dele seus discípulos e disseram-lhe: Sabes que os fariseus se escandalizaram com as palavras que ouviram?

12. tunc accedentes discipuli ejus dixerunt ei scis quia Pharisæi audito verbo scandalizati sunt

13. Jesus respondeu: Toda planta que meu Pai celeste não plantou será arrancada pela raiz.

13. at ille respondens ait omnis plantatio quam non plantavit Pater meus cælestis eradicabitur

14. Deixai-os. São cegos e guias de cegos. Ora, se um cego conduz a outro, tombarão ambos na mesma vala.

14. sinite illos cæci sunt duces cæcorum cæcus autem si cæco ducatum præstet ambo in foveam cadunt

15. Tomando então a palavra, Pedro disse: Explica-nos esta parábola.

15. respondens autem Petrus dixit ei edissere nobis parabolam istam

16. Jesus respondeu: Sois também vós de tão pouca compreensão?

16. at ille dixit adhuc et vos sine intellectu estis

17. Não compreendeis que tudo o que entra pela boca vai ao ventre e depois é lançado num lugar secreto?

17. non intellegitis quia omne quod in os intrat in ventrem vadit et in secessum emittitur

18. Ao contrário, aquilo que sai da boca provém do coração, e é isso o que mancha o homem.

18. quæ autem procedunt de ore de corde exeunt et ea coinquinant hominem

19. Porque é do coração que provêm os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as impurezas, os furtos, os falsos testemunhos, as calúnias.

19. de corde enim exeunt cogitationes malæ homicidia adulteria fornicationes furta falsa testimonia blasphemiæ

20. Eis o que mancha o homem. Comer, porém, sem ter lavado as mãos, isso não mancha o homem.

20. hæc sunt quæ coinquinant hominem non lotis autem manibus manducare non coinquinat hominem

21. Jesus partiu dali e retirou-se para os arredores de Tiro e Sidônia.

21. et egressus inde Jesus secessit in partes Tyri et Sidonis

22. E eis que uma cananéia, originária daquela terra, gritava: Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim! Minha filha está cruelmente atormentada por um demônio.

22. et ecce mulier chananea a finibus illis egressa clamavit dicens ei miserere mei Domine Fili David filia mea male a dæmonio vexatur

23. Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Seus discípulos vieram a ele e lhe disseram com insistência: Despede-a, ela nos persegue com seus gritos.

23. qui non respondit ei verbum et accedentes discipuli ejus rogabant eum dicentes dimitte eam quia clamat post nos

24. Jesus respondeu-lhes: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.

24. ipse autem respondens ait non sum missus nisi ad oves quæ perierunt domus Israël

25. Mas aquela mulher veio prostrar-se diante dele, dizendo: Senhor, ajuda-me!

25. at illa venit et adoravit eum dicens Domine adiuva me

26. Jesus respondeu-lhe: Não convém jogar aos cachorrinhos o pão dos filhos. _

26. qui respondens ait non est bonum sumere panem filiorum et mittere canibus

27. Certamente, Senhor, replicou-lhe ela; mas os cachorrinhos ao menos comem as migalhas que caem da mesa de seus donos...

27. at illa dixit etiam Domine nam et catelli edunt de micis quæ cadunt de mensa dominorum suorum

28. Disse-lhe, então, Jesus: Ó mulher, grande é tua fé! Seja-te feito como desejas. E na mesma hora sua filha ficou curada.

28. tunc respondens Jesus ait illi o mulier magna est fides tua fiat tibi sicut vis et sanata est filia illius ex illa hora

29. Jesus saiu daquela região e voltou para perto do mar da Galiléia. Subiu a uma colina e sentou-se ali.

29. et cum transisset inde Jesus venit secus mare Galilææ et ascendens in montem sedebat ibi

30. Então numerosa multidão aproximou-se dele, trazendo consigo mudos, cegos, coxos, aleijados e muitos outros enfermos. Puseram-nos aos seus pés e ele os curou,

30. et accesserunt ad eum turbæ multæ habentes secum mutos clodos cæcos debiles et alios multos et projecerunt eos ad pedes ejus et curavit eos

31. de sorte que o povo estava admirado ante o espetáculo dos mudos que falavam, daqueles aleijados curados, de coxos que andavam, dos cegos que viam; e glorificavam ao Deus de Israel.

31. ita ut turbæ mirarentur videntes mutos loquentes clodos ambulantes cæcos videntes et magnificabant Deum Israël

32. Jesus, porém, reuniu os seus discípulos e disse-lhes: Tenho piedade esta multidão: eis que há três dias está perto de mim e não tem nada para comer. Não quero despedi-la em jejum, para que não desfaleça no caminho.

32. Jesus autem convocatis discipulis suis dixit misereor turbæ quia triduo jam perseverant mecum et non habent quod manducent et dimittere eos jejunos nolo ne deficiant in via

33. Disseram-lhe os discípulos: De que maneira procuraremos neste lugar deserto pão bastante para saciar tal multidão?

33. et dicunt ei discipuli unde ergo nobis in deserto panes tantos ut saturemus turbam tantam

34. Pergunta-lhes Jesus: Quantos pães tendes? Sete, e alguns peixinhos, responderam eles.

34. et ait illis Jesus quot panes habetis at illi dixerunt septem et paucos pisciculos

35. Mandou, então, a multidão assentar-se no chão,

35. et præcepit turbæ ut discumberet super terram

36. tomou os sete pães e os peixes e abençoou-os. Depois os partiu e os deu aos discípulos, que os distribuíram à multidão.

36. et accipiens septem panes et pisces et gratias agens fregit et dedit discipulis suis et discipuli dederunt populo

37. Todos comeram e ficaram saciados, e, dos pedaços que restaram, encheram sete cestos.

37. et comederunt omnes et saturati sunt et quod superfuit de fragmentis tulerunt septem sportas plenas

38. Ora, os que se alimentaram foram quatro mil homens, sem contar as mulheres e as crianças.

38. erant autem qui manducaverant quattuor milia hominum extra parvulos et mulieres

39. Jesus então despediu o povo, subiu para a barca e retornou à região de Magadã.

39. et dimissa turba ascendit in naviculam et venit in fines Magedan

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.




Livros sugeridos



“Ouço interiormente uma voz que constantemente me diz: Santifique-se e santifique!” São Padre Pio de Pietrelcina