Como um Católico pode testemunhar a uma Testemunha de Jeová em sua porta

Por Jeffery Schwehm
Tradução: Emerson de Oliveira
Fonte: Veritatis Splendor

Como um ex- Testemunha de Jeová que passou muitos anos indo de porta em porta era relativamente raro aos cristãos se ocuparem de uma discussão significante comigo. Porém, aqueles que fizeram isto tiveram impacto muito enorme. Infelizmente, era até mesmo mais raro para um católico se ocupar de diálogo significante comigo. Isto é até mesmo mais trágico já que os católicos têm a abundância da fé cristã e realmente tem muito mais para oferecer a uma Testemunha de Jeová.

Se você tem um desejo de compartilhar o Evangelho, estas visitas das TJ dão uma oportunidade de fazer isto mesmo sem deixar sua casa. A seguir eu dou algumas sugestões para lhe ajudar a estar pronto para compartilhar o Evangelho com seus vizinhos Testemunhas de Jeová.

1. Oração: Reze regularmente e peça para o Espírito Santo lhe dar a graça para compartilhar efetivamente o Evangelho com seus amigos Testemunha de Jeová. Também reze para que o Senhor suavize o coração de seus amigos Testemunhas de Jeová para ouvirem o Evangelho também.

2. Receba freqüentemente os Sacramentos: Os sacramentos nos dão vida. Sem eles nós não temos nada para dar a outros que precisam aprender sobre o Senhor.

3. Leia as Escrituras: Se você é ignorante das Escritura você é ignorante de nossa história familiar como povo de Deus e como São Jerônimo disse “ignorante de Cristo”.

Apresentando o Evangelho para as Testemunhas de Jeová

Há três pontos principais que os católicos podem compartilhar efetivamente com as visitas de Testemunhas de Jeová. Escolha um dos pontos seguintes para compartilhar e permanecer neste tópico com eles durante a visita:

1. Todos os cristãos são filhos de Deus e passarão a eternidade com Cristo: as TJ ensinam que só 144.000 pessoas são consideradas filhos e filhas de Deus. Os 144.000 têm a esperança de ir ao céu serem glorificados com Jesus para a eternidade. O resto das TJ não são filhos e filhas de Deus mas somente amigos de Deus que tem a esperança de sempre viver no paraíso terrestre. Isto vai claramente contra o ensino das Escrituras. (Veja Romanos 8.14-17)

2. Ninguém pode predizer a Segunda Vinda de Cristo: as TJ ensinam que Jesus voltou invisivelmente no ano 1914 d.C. e que seu primeiro líder, Charles T. Russell, predisse isto. Eles também ensinam que o tempo do fim do mundo começou por aquele ano. Isto vai claramente contra o ensino das Escrituras. (Veja Mateus 24.23,24; Lc. 21.8)

3. Jesus não é o Arcanjo Miguel: as TJ ensinam que Jesus é o Arcanjo Miguel. Isto vai claramente contra o ensino das Escrituras. (Veja Hb. 1.5,6) Se uma TJ percebe que as Escrituras não apóiam a crença de que Jesus é o Arcanjo Miguel, isso lhes ajudará a perguntar questões pela verdadeira identidade de Jesus.

Para uma discussão mais detalhada destes três pontos de uma perspectiva católica, eu recomendo o livro Respondendo as Testemunhas de Jeová, por Jason Evert.

Testemunhando para Cristo

Você se preparou para compartilhar Cristo com com as TJ. Como se você deveria proceder da próxima vez que você receber uma visita?

1. A Testemunha de Jeová terá uma pequena apresentação preparada para você. Esta apresentação normalmente se trata de alguma peça de literatura que eles querem que você leia. Deixe-lhes completar a pequena apresentação. Deste modo sua visita ficará mais apta a escutar seu mensagem sem se preocupar como ele completará sua apresentação.

2. Quando a apresentação da Testemunha de Jeová estiver completa, vão lhe perguntar se quer aceitar sua literatura. Eu não recomendo aceitar a literatura porque provavelmente vão pedir para você fazer uma doação. O dinheiro da literatura financia a organização religiosa deles. Como católicos, nós não queremos nosso dinheiro ir para uma organização religiosa que ensina falsas doutrinas.

3. Recuse de forma educada a literatura e diga para as TJ que você tem uma mensagem para elas. Tenha uma cópia da Bíblia à mão e compartilhe com a TJ um dos pontos listados acima. Por exemplo, você poderia compartilhar com elas a seguinte Escritura:

“Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai. O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.” romanos 8: 14-17

4. Explique a Testemunha de seu Jeová o que esta Escritura significa para você. Diga-lhes como o Senhor o adotou como seu filho. Normalmente, em sua apresentação, a Testemunha de Jeová vai mencionar a esperança de viver para sempre no paraíso terrestre. Diga-lhe que você não tem nenhum interesse em viver para sempre no paraíso que ele descreveu porque sua esperança é estar com Jesus para sempre.

5. Não há nenhuma necessidade de discutir com a Testemunha de Jeová ou até ficar pulando textos e textos com elas. Nunca ataque a Testemunha de Jeová pessoalmente. Lembre-se que a Testemunha de Jeová foi enganada por seus líderes religiosos. Quando você expressa o que quer dizer e compartilha sua mensagem simplesmente desculpe-se e termine a discussão.

6. Depois da discussão, reze para sua conversão.

O impacto que um cristão preparado com a mensagem da verdade pode fazer em um missionário TJ é enorme.

Uma vez quando eu estava visitando a porta de um cristão, eu lhe dei minha apresentação TJ da esperança de viver para sempre no paraíso terrestre. Este homem me falou de uma maneira calma e amorosa que sua esperança não era viver para sempre no paraíso terrestre mas viver para sempre com Jesus no céu.

Ele então acrescentou: “E eu não posso pensar em um lugar melhor que isto, inclusive um paraíso terrestre”.

Embora eu fosse Testemunha de Jeová, eu sabia que estar na presença de Cristo para eternidade era melhor que a vida eterna no paraíso terrestre. Eu fiquei mudo depois este simples comentário e saí. Meu colega Testemunha de Jeová que me acompanhou aquele dia se virou para mim depois que saímos e disse: “eu acho que aquele homem teve um Espírito Santo ou algo”.

Nosso Pai Celestial está nos pedindo que contribuamos com a “nova evangelização” do mundo. Nós podemos fazer uma contribuição a esta “nova evangelização” em dar um bom testemunho a nossos amigos TJ. A estratégia esboçada acima deve lhe ajudar a dar um testemunho bem sucedido a elas.





Facebook Comment

Anteriores

Que tal colocar a Bíblia Católica no seu blog?

Próximo

Cientistas assinam manifesto contra a legalização do Aborto

  1. A primeira coisa que me passa à cabeça quando recebo uma testemunha de jeová em minha porta é me livrar o mais gentilmente possível de um proselitismo indesejado. Digo com a máxima franqueza que, apesar de admitir que até admiro o comprometimento que eles têm com sua religiosidade, não costumo ter o sentimento cristão de paciência e fraternidade. Nunca cogitei evangelizar esses irmãos dessa forma! Excelente insight esse artigo…

  2. Ramiro Duarte

    Paz de Cristo!

    Excelente artigo! Realmente e muito complicado envangelizar esse irmãozinhos TJ, mais com muita oração e estudo podemos guia-los para a verdadeira verdade!

    Fiquem com Deus
    Que Cristo Rei e Maria nos abençoe!

  3. ROBERTO FRANCISCO FI

    Trabalho junto com um TJ, porém evito o máximo de debater com ele sobre a doutrina a ele ensinada por falsos líderes, e até hoje nunca chegamos a um consenso não acho útil debater por alguns fatos que eles citam, que estão escritos apenas na Bíblia deles, vai aqui alguns exemplos: Não acreditam na Trindade Santíssima, na presença real de Jesus na Eucaristia, no calendário Cristão(só o usam por causa dos seus compromissos), também dizem com toda certeza que Jesus não morreu na cruz e sim amarrado em uma estaca (imagino eu que foi como S. Sebastião). Na minha juventude as vezes por falta de esclarecimentos, ou por curiosidade, já até comprei algumas revistas, mas porém ao me amadurecer deixei de recebe-los em minha casa, bem como não dicuto ou debato com o meu colega de trabalho pelo fato de na ultima discussão, ele apelou dizendo: Vou provar em sua Bíblia que estou certo, como moro perto do trabalho, não perdi tempo, corri até minha casa, e trouxe até ele minha Bíblia, ele foleou prá lá, foleou pra cá e disse "COM ESTA BIBLIA NÃO DÁ, POIS ELA ESTÁ TODA ERRADA E DIFERENTE DA MINHA" respondi; eu acredito nesta porque foi a primeira a ser escrita e a sua foi após a fundação da sua SEITA.

  4. Valdelene

    Estava navegando em meus e-mails quando repentinamente cliquei neste maravilhoso tema. Hoje pela manhã esteve uma TJ oferecendo um convite para a Semana Santa e queria a todo custo entregar pessoalmente. A convidei para ir também ao Santuário de São Benedito participar de nossa celebração da Semana Santa onde fica exposto Jesus Sacramentado todos os dias do ano. Foi gentil deixando seu convite na caixa do correio indo embora agradecendo. Não sei se agi certo mas evangelizei. Deus nos abençoe.

  5. Infelizmente, o que a maioria dos católicos fazem quando rejeitam um diálogo humilde, fraterno, franco e firme com um TJ, não é a doutrina TJ em si, mas o medo de se perceberem que na verdade, não são tão católicos assim.

    Parabéns por este texto!

    Santo Agostinho nos ensina que "A audácia dos maus aumenta em razão da covardia dos bons".

    É claro que não estou dizendo aqui que os TJ sejam pessoas más – na essência e nas suas ações – Na verdade, eu até reconheço na maioria daqueles com os quais tive a oportunidade de dialogar, que são pessoas que estão buscando a Deus e que certamente, O encontrarão em Espírito e Verdade. O mesmo Stº Agostinho que citei na frase acima, demorou quase 40 anos para se "encontrar" com Jesus. Antes disto, o buscava (mesmo sem saber) nos mais diferentes ensinamentos e doutrinas.

    Todavia, vale ressaltar que para os TJ seria muito simples nos evitar – como muitos de nós gostaria e até pede a Deus em oração.

    Tenho certeza que o "trabalho" de preparação das TJ para um diálogo com um católico é muito mais intenso e rigoroso do que com qualquer outro cristão.

    Esta mensagem nos mostra de maneira verdadeiramente cristã, como devemos agir na defesa da fé que professamos e da qual nos alimentamos diariamente.
    A firmesa não é sinônimo de arrogância. Muito antes é sinônimo de confiança na certeza daquilo que vivemos.

    Deus te abençoe!!!

  6. Alexandre

    Artigo òtimo, no entanto as testemunhas de jeóva creem no mesmo DEUS que nós, mas é distorcido as idéias deles, certo? Por esse motivo ainda dar para evangelizar, pior é evangelizar maçons que cutuam todo tipo de religião, e aqueles são enganados mesmo, e ainda excluem Jesus da biblia, para eles existe o G A D U – Grande arquiteto do universo, uns dizem até que esse DEUS é o proprio Satanás que é o ANTICRISTO, então dificil seria mesmo evangelizar os MAÇONS, não acham? Contudo o artigo é ótimo e que fiquem na PAZ de DEUS.

  7. nós catolicos da igreja maior devemos perdoar tudo e a todos porque somos filho do DEus altissimo nós sim somos verdadeiros no que fazemos assumimos os nossos erros e perdoamos os que estão errados porque essa é a vontade de Deus pai amem

  8. Ricardo Piotto

    Parabéns pelo artigo e estudo minucioso e explicativo.

    "PAX"-rcc

  9. vcs sabem por que a igreja católica é sempre perseguida
    por que está escrito lá em apocalipse 12 e o dragão se irritou contra a mulher e foi fazer guerra ao resto de sua descendencia.

  10. erivaldo lopes

    vcs sabem por que a igreja católica é sempre perseguida
    por que está escrito lá em apocalipse 12 que o dragão se
    irritou contra a mulher e foi fazer guerra ao resto de sua
    descendencia…

  11. carla

    Olá a todos,eu também era daquelas que era bombardeada com T.j à minha porta e sempre lhes mandava embora com a maior educação.
    O pior foi qd eu conheci o meu actual namorado k é Tj.
    Tudo o k ele me mostra na Biblia nele existe na nossa sim.
    Nós gostamos mt um do outro,mas a religião n tá a facilitar nada.
    Casar pelo civil é o menos,o pior pra mim mesmo é qd chegar a altura de baptizar 1 filho nosso na igreja,ele diz k nao entra…n sei como segurar esta relação assim… aceito sugestões

  12. Eles já marcaram o final do mundo pra várias datas, mas ainda nada… se deixam enganar para depois enganarem rsrsrs

  13. Simone Dias

    Nossa fiquei perplexa com a resposta dada dos Testemunhas de Jeová quando a vinda de Jesus: "as TJ ensinam que Jesus voltou "invisivelmente" no ano 1914 d.C. e que seu primeiro líder, Charles T. Russell, predisse isto. Eles também ensinam que o tempo do fim do mundo começou por aquele ano. Isto vai claramente contra o ensino das Escrituras…"
    – MINHA PERGUNTA É?
    SE JESUS VOLTOU "INVISIVELMENTE" NO ANO DE 1914 d.C. COMO ELES O VIRAM? SERÁ QUE DÁ PRA ELES O VEREM AINDA HOJE? EM QUALQUER MOMENTO? EU QUERO VER JESUS INVISIVELMENTE!! kkkkkkkkkkkk – SDias

  14. Simone Dias

    Quase todos os domingos tem um TJ na porta de minha casa. Recebo-os e quase nem dou tempo de eles argumentarem sobre a Bíblia ou coisas ligadas a Igreja. Mas uma vez, uma delas falou sobre os 144 mil que Jesus voltaria para buscá-los. Eu a ouvi, depois disse a ela: " Então minha irmã, é inútil você vir me convencer que Jesus vai voltar, pois se só entram no céu 144 mil, então a senhora e toda a sua família e amigos já estão de fora, pois o Pastor da sua igreja será o primeiro a colocar a família dele, isso a muito custo, brigando com o resto dos outros pastores no mundo inteiro! Vá dizer ao seu pastor para que ele estude e que peça ao Espírito Santo que lhe dê entendimento da Palavra". Ela me disse que eu realmente lia e entendia a Palavra de Deus. Eu louvei a Deus por isso. Ela também disse que voltaria para falarmos da Palavra em outro momento, mas até hoje nunca voltou! Espero que ela tenha se libertado em Jesus, o Cristo! – SDias – Macapá/AP.

  15. jaqueline lima

    Carla minha amiga to na mesma situação que vc e não é nada fácil.eles não entram em outra igreja de jeito nenhum!casamento tem q ser parente mtto próximo!meu marido não é TJ é estudante como eles dizem. mas as irmãs dele são.eu pensei muito nisso tbm,é quando tiver filhos.não pode ter uma festinha de aniversário,dar presentes de natal,chocolate na páscoa…seu filho cantar hino nacional,nem pensar!é dificil demais!tem que gostar muito pra suportar tudo isso!

  16. LUZIA

    GOSTEI MUITO DESE ARTIGO, VOU GUARDAR PARA QUANDO TIVER OPORTUNIDA DE DIALOGAR COM ELES.

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén