1. Tendo Jesus acabado estes discursos, partiu da Galileia e foi para o território da Judeia, além do Jordão.

2. Uma grande multidão o seguia, e curou os seus doentes.

3. Foram ter com ele os fariseus para o tentar, e disseram-lhe: "É lícito a um homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?"

4. Ele respondeu-lhes: "Não lestes que no principio, o Criador fez o homem e a mulher, e disse:

5. Por isso deixará o homem pai e mãe, e juntar-se-á com sua mulher, e os dois serão uma só carne (Gn. 2, 24).

6. Por isso não mais são dois, mas uma só carne. Portanto não separe o homem o que Deus juntou."

7. "Porque mandou, pois, Moisés, replicaram eles, dar (o homem, a sua mulher) libelo de repúdio, e separar-se (dela) ?"

8. Respondeu-lhes : "Porque Moisés, por causa da dureza do vosso coração, permitiu-vos repudiar vossas mulheres; mas no principio não foi assim.

9. Eu, pois, digo-vos que todo aquele que repudiar sua mulher, a não ser por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que se casar com uma repudiada, comete adultério." (ver nota)

10. Disseram-lhe os discípulos: Se tal é a condição do homem a respeito de sua mulher, não convém casar.

11. Ele respondeu-lhes: "Nem todos compreendem esta palavra, mas sòmente aqueles a quem foi concedido.

12. Porque há eunucos que nasceram assim do ventre de sua mãe; há eunucos a quem os homens fizeram tais; e há eunucos que a si mesmos se fizeram eunucos por amor do reino dos céus. Quem pode compreender isto, compreenda."

13. Então lhe foram apresentados vários meninos para que lhes impusesse as mãos e orasse por eles. Mas os discípulos increpavam-nos.

14. Jesus, porém, disse-lhes: "Deixai os meninos, e não os impeçais de vir a mim, porque deles é o reino dos céus."

15. E, tendo-lhes imposto as mãos, partiu dali.

16. Aproximando-se dele um jovem, disse-lhe: "Mestre, que hei-de eu fazer de bom para alcançar a vida eterna?"

17. Jesus respondeu-lhe: "Porque me interrogas acerca do que é bom? Um só é bom, Deus. Porém, se queres entrar na vida (eterna) guarda os mandamentos." (ver nota)

18. "Quais?", perguntou ele. Jesus disse: "Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não dirás falso testemunho.

19. Honra teu pai e tua mãe, e ama o teu próximo como a ti mesmo (Ex. 20, 12-16; Lv. 19, 18; Dt. 5, 16-20)."

20. Disse-lhe o jovem: "Tenho observado tudo isso desde a minha infância. Que me falta ainda?"

21. Jesus disse-lhe: "Se queres ser perfeito, vai, vende o que tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; depois vem e segue-me."

22. O jovem, porém, tendo ouvido esta palavra, retirou-se triste, porque tinha muitos bens.

23. Jesus disse a seus discípulos: "Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no reino dos céus.

24. Digo-vos mais: É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha, que entrar um rico no reino dos céus."

25. Os discípulos, ouvidas estas palavras, ficaram muito admirados, dizendo: "Quem poderá pois salvar-se?

26. Porém, Jesus, olhando para eles, disse-lhes: "Aos homens isto é impossível, mas a Deus tudo é possível."

27. Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: "Eis que abandonámos tudo e te seguimos; que haverá então para nós?"

28. Jesus disse-lhes: "Em verdade vos digo que, no dia da regeneração, quando o Filho do homem estiver sentado no trono da sua glória, vós, que me seguistes, também estareis sentados sobre doze tronos, e julgareis as doze tribos de Israel.

29. E todo o que deixar a casa, ou os irmãos ou irmãs, ou o pai ou a mãe, ou os filhos, ou os campos, por causa do meu nome, receberá o cêntuplo, e possuirá a vida eterna.

30. Muitos primeiros serão os últimos, e muitos últimos serão os primeiros. (ver nota)





“Não há nada mais inaceitável do que uma mulher caprichosa, frívola e arrogante, especialmente se é casada. Uma esposa cristã deve ser uma mulher de profunda piedade em relação a Deus, um anjo de paz na família, digna e agradável em relação ao próximo.” São Padre Pio de Pietrelcina