1. O Senhor falou a Moisés, dizendo:

2. Faze para ti duas trombetas de prata batida ao martelo, com as quais possas convocar a multidão, quando se houver de levantar o acampamento.

3. Quando fizeres soar as duas trombetas, todo o povo se juntará ao pé de ti à porta do tabernáculo da reunião.

4. Se tocares uma só, virão a ti os príncipies e os chefes do povo de Israel.

5. Se o som for estrepitoso, levantarão os acampamentos os primeiros que estão da parte do oriente.

6. Ao segundo toque, porém, de igual som, levantarão as tendas, os que habitam ao meio-dia; do mesmo modo farão os outros, enquanto as trombetas fizerem sinal para a partida.

7. Quando se tiver de congregar o povo, tocareis as trombetas, mas não estrepitosamente.

8. Os filhos de Aarão, sacerdotes, tocarão as trombetas, e esta lei será perpétua nas vossas gerações.

9. Se sairdes do vosso país para fazer guerra contra os inimigos que vos atacam, fareis soar, com estrépito, as trombetas, e o Senhor vosso Deus se lembrará de vós, para vos livrar das mãos de vossos inimigos.

10. Nos vossos dias de alegria, nas vossas solenidades, nos dias de festa do principio do mês, tocareis as trombetas, oferecendo os holocaustos e os sacrifícios pacíficos, e fim de que o vosso Deus se lembre de vós. Eu sou o Senhor vosso Deus.

11. No dia vinte do segundo mês do segundo ano, levantou-se a nuvem do tabernáculo do testemunho.

12. Os filhos de Israel pelas suas turmas partiram do deserto do Sinai, e a nuvem parou no deserto de Faran.

13. Os primeiros que levantaram os acampamentos, conforme a ordem do Senhor daria por meio de Moisés,

14. foram os filhos de Judá pelas suas turmas: o seu príncipe era Naasson, filho die Aminadab.

15. Na tribo dos filhos de Issacar foi príncipe Natanael, filho de Suar.

16. Na tribo de Zabulon era príncipe Eliab, filho de Helon.

17. O tabernáculo foi desarmado, e os filhos de Gerson e de Merari, partiram, levando-o.

18. Depois partiram os filhos de Ruben, segundo as suas turmas e a sua ordem; Elisar, filho de Sedeur, era seu principe.

19. Na tribo dos filhos de Simeão o príncipe foi Salamiel, filho de Surisedai.

20. Na tribo de Gad era príncipe Eliasaph, filho de Duel.

21. Depois partiram os Caatitas, que levavam o santuário. O tabernáculo era sempre levado até chegar ao lugar, onde se devia erigir.

22. Levantaram depois os acampamentos os filhos de Efraim pelas suas turmas, dos quais era príncipe Elisama, filho de Amiud.

23. Na tribo dos filhos de Manassés era príncipe Gamaliel, filho de Fadassur.

24. Na tribo de Benjamim era chefe Abidan, filho de Gedeão.

25. Os últimos a levantar o acampamento foram os filhos de Dan pelas suas turmas, em cujo exército era príncipe Aiezer, filho de Amisadai.

26. Na tribo dos filhos de Aser o príncipe era Fegiel, filho de Ocran.

27. Na tribo dos filhos de Neftali o príncipe era Aira, filho de Enan.

28. Tais são os acampamentos e as marchas dos filhos de Israel pelas suas turmas, quando se moviam.

29. Moisés disse a Hobab, filho de Raquel Madianita, seu parente: Nós partimos para o lugar que o Senhor nos há-de dar; vem connosco, para te fazermos bem, porque o Senhor prometeu bens a Israel.

30. Mas ele respondeu-lhe: Não irei contigo, mas voltarei para a minha terra, na qual nasci.

31. Moisés disse: Não queiras abandonar-nos, porque tu conheces os lugares em que devemos acampar no deserto, e serás o nosso guia.

32. Se vieres connosco, repartiremos contigo das riquezas que o Senhor nos der.

33. Partiram do monte do Senhor e caminharam três dias, e a arca da aliança do Senhor ia adiante deles, indicando-lhes nos três dias o lugar para os acampamentos.

34. A nuvem do Senhor também estava sobre eles de dia, quando caminhavam.

35. Quando se levantava a arca, Moisés dizia: Levanta-te, Senhor, sejam dispersos os teus inimigos, fujam da tua face os que te aborrecem.

36. Quando, porém, se depunha, dizia: Volta, Senhor, para a multidão de Israel.





“Há duas razões principais para se orar com muita satisfação: primeiro para render a Deus a honra e a glória que Lhe são devidas. Segundo, para falar com São Padre Pio de Pietrelcina