1. Os filhos de Ruben e de Gad tinham muitos rebanhos e uma imensa riqueza em gados. Tendo visto que as terras de Jazer e de Galaad eram próprias para sustentar animais,

2. foram ter com Moisés, com o sacerdote Eleázaro e com os príncipes do povo, e disseram:

3. Ataroth, Dibon, Jazer, Nemra, Hesebon, Eleale, Saban, Nebo e Beom,

4. terras que o Senhor feriu à vista dos filhos de Israel, são um país fertilíssimo para o pasto dos animais. Como nós, teus servos, temos muitos gados,

5. pedimos-te, se achamos graça diante de ti, que dês a teus servos a sua posse, e não nos faças passar o Jordão.

6. Moisés respondeu-lhes: Irão vossos irmãos para a batalha, e vós ficareis aqui?

7. Por que quereis tirar ânimo aos filhos de Israel, para que não passem ao país que o Senhor lhes dará?

8. Não foi assim que procederam os vossos pais, quando eu os mandei de Cadesbarne a reconhecer a terra?

9. Depois de terem chegado ao Vale do Cacto, depois de terem percorrido toda aquela região, tiraram a coragem aos filhos de Israel, para que não entrassem na terra que o Senhor lhes deu.

10. Ele, irado, jurou dizendo:

11. Estes homens, que saíram do Egito, de vinte anos para cima, não verão a terra que eu prometi com juramento a Abraão, a Isaac e a Jacob, porque não quiseram seguir-me,

12. excepto Caleb, filho de Jefone Cenezeu, e Josué, filho de Nun; estes cumpriram a minha vontade.

13. E o Senhor, irado contra Israel, fê-lo andar errante pelo deserto durante quarenta anos, até que fosse extinta toda a geração, que tinha feito o mal na sua presença.

14. Agora, prosseguiu Moisés, vos levantastes vós em lugar dos vossos pais, como renovos e descendência de homens pecadores, para aumentardes o furor do Senhor contra Israel.

15. Se não quiserdes segui-lo, ele deixará o povo no deserto, e vós sereis a causa do extermínio de todos.

16. Mas eles, aproximando-se, disseram: Edificaremos currais para as nossas ovelhas, estábulos para os nossos animais, cidades fortes para os nossos filhinhos;

17. nós, porém, armados e prontos, iremos ao combate na frente dos filhos de Israel, até os introduziremos nos seus lugares. (Entretanto) as nossas crianças, e tudo o que podemos possuir, ficarão nas cidades fortificadas, por causa das ciladas dos habitantes do pais.

18. Não voltaremos para as nossas casas, enquanto os filhos de Israel não estiverem de posse da sua herança:

19. nem pretenderemos coisa alguma do lado de lá do Jordão, visto que já temos a nossa porção na sua margem oriental.

20. Moisés respondeu-lhes: Se vós fazeis o que prometeis, marchai em presença do Senhor prontos para a batalha:

21. todo o homem apto para a guerra passe armado o Jordão, até que o Senhor destrua os seus inimigos,

22. e todo o pais lhe fique submetido; então sereis irrepreensíveis diante do Senhor e diante de Israel, e possuireis as terras que desejais, diante do Senhor.

23. Mas, se não fizerdes o que dizeis, não há dúvida que pecareis contra Deus, e ficai sabendo que o vosso pecado vos há-de atingir.

24. Edificai, pois, cidades para os vossos filhinhos, currais, e estábulos para as ovelhas e animais, e cumpri o que prometestes.

25. Os filhos de Gad e de Ruben disseram a Moisés: Somos teus servos, teremos o que nosso Senhor manda.

26. Deixaremos nas cidades de Galaad os nossos filhinhos, mulheres, rebanhos e gados;

27. nós todos, porém, teus servos, iremos prontos para a guerra, como tu, Senhor, dizes.

28. Moisés, pois, ordenou ao sacerdote Eleáraro, a Josué, filho de Nun, e aos chefes de família das tribos de Israel, dizendo-lhes:

29. Se os filhos de Gad e os filhos de Ruben passarem convosco o Jordão todos armados para pelejar diante do Senhor, e se vos for sujeita, a terra, dai-lhes a posse de Galaad.

30. Mas, se eles não quiserem passar armados convosco à terra de Canaan, recebam entre vós os lugares da sua morada.

31. Os filhos de Gad e os filhos de Ruben responderam: Faremos como o Senhor disse a seus servos.

32. Iremos armados diante do Senhor para a terra de Canaan, e a nossa herança será da banda daquém do Jordão.

33. Deu Moisés aos filhos de Gad e de Ruben e à meia tribo de Manassés, filho de José, o reino de Seon, rei dos Amorreus, e o reino de Og, rei de Basan, e o seu território com as suas cidades à volta.

34. Pelo que os filhos de Gad, reedificaram Dibon, Ataroth, Aroer,

35. Ataroth-Sofan, Jazer, Jegbaa,

36. Betnemra e Betaran, cidades fortificadas, e fabricaram currais para os seus gados.

37. Os filhos de Ruben reedificaram Hesebon, Eleale, Cariataim,

38. Nabo e Baalmecon, mudando-lhes os nomes; e também Sabama, pondo novos nomes às cidades que reedificaram.

39. Os filhos de Maquir, filho de Manassés, passaram ao país de Galaad, e devastaram-no, matando os Amorreus que o habitavam.

40. Deu Moisés o país de Galaad a Maquir, filho de Manassés, que habitou nele.

41. Depois Jair, filho de Manassés, foi e ocupou as suas aldeias, às quais deu o nome de Havoth-Jair, que quer dizer as aldeias de Jair.

42. Foi também Nobe, e tomou Canath com as suas aldeias e chamou-a Nobe, do seu nome.





“Mesmo a menor transgressão às leis de Deus será levada em conta.” São Padre Pio de Pietrelcina