1. Os chefes das casas patriarcais dos descendentes de Galaad, filho de Maquir, filho de Manasses, da linhagem dos filhos de José, aproximaram-se e falaram a Moisés, em presença dos príncipes de Israel, e disseram-lhe:

2. O Senhor ordenou a ti, nosso Senhor, que dividisses por sorte a terra entre os filhos de Israel, e que desses às filhas de Salfaad, nosso irmão, a herança devida ao pai.

3. Ora, se os homens de outra tribo as receberem por mulheres, segui-las-á a sua herança e, transferida a outra tribo, será diminuída a nossa herança.

4. E assim acontecerá que, quando chegar o (ano do) jubileu, isto é, o ano quinquagésimo da remissão, será confundida a distribuição feita por sortes, e a possessão de uns passará aos outros.

5. Moisés respondeu aos filhos de Israel, por ordem do Senhor: A tribo dos filhos de José falou bem.

6. Eis a lei promulgada pelo Senhor para as filhas de Salfaad: Casem com quem quiserem, contanto que seja com homens da sua tribo,

7. para que a possessão dos filhos de Israel não passe de tribo para tribo. Por isso, todos os varões tomarão mulheres dá sua tribo e família:

8. todas as mulheres que tiverem uma herança, em qualquer das tribos de Israel, tomarão maridos da mesma tribo, para que a herança fique nas famílias,

9. e as tribos não se misturem entre si, mas permaneçam

10. como foram separadas pelo Senhor. As filhas de Salfaad fizeram como lhes tinha sido mandado:

11. Maala, Tersa, Hegla, Melca e Noa, casaram com os filhos de seu tio paterno,

12. da família de Manassés, que foi filho de José e a possessão, que lhes tinha sido adjudicada, permaneceu na tribo e família de seu pai.

13. Estas são as leis e as ordens dadas pelo Senhor por meio de Moisés aos filhos de Israel, nas planícies de Moab, junto do Jordão, defronte de Jericó.





“Se você fala das próprias virtudes para se exibir ou para vã ostentação perde todo o mérito.” São Padre Pio de Pietrelcina