Há um demônio que é especializado em atacar a família, disse o exorcista César Truqui, um sacerdote que participou de um curso de exorcismo realizado em Roma no ano passado.

Fr. Truqui avisou que tudo o que está a prejudicar a família, incluindo o divórcio, agrada o diabo.

Falando ao semanário italiano Tempi, em 2015, o padre disse que há “um demônio que se especializa no ataque à família, também citado na história de Tobias, chamado de “Asmodeu”.

No livro do Antigo Testamento, o demônio é conhecido por ter matado sete dos maridos de Sarah e foi acorrentado no deserto por São Rafael. Esse demônio “está presente” em muitos exorcismos, disse Frei Truqui.

O sacerdote recordou encontrar o demônio “em exorcismos pelo padre Gabriele Amorth e Pe. Francisco Bamonte, quando eu os ajudava”. Padre Amorth foi um exorcista de renome em Roma, realizou cerca de 70.000 exorcismos ao longo de 29 anos. A realização de um exorcismo pode exigir várias sessões e cada vez que o rito é administrado é contado como uma instância.

“Lembro-me de um jovem casal, muito unido, que queriam casar-se, no entanto, a mulher teve que passar por um exorcismo para ser liberta,” Frei Truqi.

Durante o exorcismo “o demônio ficou furioso e ameaçou Fr. Amorth, dizendo que impediria o casamento, caso contrário mataria a jovem. Obviamente, era apenas uma ameaça do mentiroso que na verdade não aconteceu”.

A este respeito, o padre acrescentou que o diabo também procura atacar a família através de ideologias e estilos de vida, bem como o pensamento individualista e a propagação do divórcio.

“Eles acham que se eu não gosto mais do meu marido, estaria melhor se me divorciasse”, mas esquecem-se sobre as consequências para as crianças e para a sociedade”, disse ele. “Esta mentalidade que funciona contra a família, agrada o diabo – ele sabe que um homem que está sozinho, sem quaisquer pontos de referência é manipulável e instável.”

Veja tambem  Pequenas igrejas grandes negócios

“Mesmo hoje, e eu tenho mais de 50 anos de idade, só de pensar que a minha mãe e o meu pai se amam para sempre, me faz encontrar conforto e coragem. Em contraste, os filhos de pais separados são mais frágeis e oscilante”, disse ele.

Em 2014, o Papa Francisco deu um caminho para a Renovação Carismática, ele apontou que o diabo quer destruir famílias, porque é onde Jesus cresce, no meio do amor dos cônjuges e na vida dos seus filhos.

“Ele cresce no amor dos cônjuges, cresce nas vidas das crianças. E é por isso que o inimigo ataca tanto a família. O diabo odeia a família. Ele procura destruí-la, quer eliminar o amor lá”, advertiu, no Estádio Olímpico de Roma diante de 52.000 pessoas.

Naquele dia Francisco lembrou que “as famílias são as igrejas domésticas. Os cônjuges são pecadores, como todos, mas eles querem progredir na fé, na sua fecundidade e na fé de seus filhos”.

E por isso ele pediu ao Senhor que “abençoe a família, tornando-a forte, nesta crise em que o diabo quer destruí-la.”

Fonte: ChurchPOP




Comentários no Facebook:

comments