Falar de Deus não é a mesma coisa que experimentar Deus: é preciso sentir sua presença, viver o seu amor

Nesta manhã, eu me emocionei conversando com um amigo sobre o bom Deus. Não posso evitar encher-me de alegria cada vez que falo de Deus. Ele deu esperança à minha vida, deu-me um motivo para seguir adiante, cada vez que enfrento uma dificuldade… É um pai maravilhoso.

Certa manhã, saí atrasado para o trabalho. Acelerei o carro para chegar cedo. Em uma rua, encontrei uma caminhonete que ia muito devagar. Quem a dirigia era um senhor muito idoso, com sua neta ao lado. Eu com pressa e ele com uma lentidão assustadora. Às vezes, a menina olhava para trás e me cumprimentava. Eu sorria e lhe devolvia a saudação.

Eu precisava ultrapassá-los. Tentei fazer isso perto de um cruzamento, quando senti uma doce voz que me dizia: “Reze por eles”.
Reduzi a velocidade do carro e, ao invés de ultrapassá-lo, fiz esta oração: “Senhor, protege-os, abençoa-os, guarda-os de todo mal”. Nessa fração de segundo, um carro saiu do cruzamento a toda velocidade, perdeu o controle na curva e bateu de frente com a caminhonete do velhinho. Foi um barulho horrível, violentíssimo.

Eu desci do carro e corri para ajudá-los. Os vizinhos da área também saíram para ajudar. Foi impressionante: o carro ficou destruído, mas eles saíram ilesos. Quem ocasionou o acidente foi um jovem de 19 anos, completamente bêbado. Não percebeu o que fez.

Uma senhora se aproximou e me disse: “Deus o ama muito”. Eu lhe perguntei: “Por que a senhora diz isso?”.

E ela respondeu: “Eu estava do lado de fora da minha casa e vi quando você ia ultrapassar a caminhonete que bateu. De repente, você parou, não ultrapassou. Esse acidente teria acontecido com você. Por que você desistiu de ultrapassar?”.

Veja tambem  Nossa Senhora, Mãe de Deus

Então, expliquei: “Eu rezei. Parei para rezar por eles. Ao fazer isso, eles se salvaram e eu também me salvei. A oração nos salvou”.

Um amigo me disse, há muito tempo: “Falar de Deus não é a mesma coisa que experimentar Deus. É preciso sentir sua presença, viver o seu amor“. Percebi que ele tinha razão.

Deus nos dá um tesouro que muitos buscam em lugares errados. Ele nos faz felizes. Não elimina seus problemas, mas o faz feliz. Ele fortalece você, lhe dá paz e serenidade.

Agora, vivo a minha vida como sempre quis, na presença deDeus.Escrevo, curto a minha família e aprendo a ver a criação como um grande presente que nos foi dado.

Cada manhã, levanto-me e minhas primeiras palavras são: “Obrigado, Senhor”. Por quê? Como dizia Santa Clara de Assis, “por ter me criado”. E eu completo: pela vida, por seu o meu Pai, pela minha família, pela fé, pelo seu Filho, pela criação.

Depois, saio e me sento do lado de fora da casa. Fecho os olhos e ouço os passarinhos. Que maravilha! Obrigado, Senhor!




Comentários no Facebook:

comments