Tag: perpetua

Nasce mosteiro com adoração perpétua na Galiléia

KORAZIM (Israel), quinta-feira, 3 de abril de 2008 (ZENIT.org).- No sábado passado, 29 de março, durante um encontro com cerca de 170 bispos europeus, foi inaugurado um mosteiro construído na parte direita da Domus Galilaeae, onde acontecerá a adoração perpétua ao Santíssimo Sacramento.

Cumpre-se, desta maneira, depois de quase um século, o desejo contemplado pelo beato Charles de Foucauld, quando se encontrava em Nazaré, de criar neste monte um lugar onde Cristo Eucaristia fosse uma presença permanente e adorada.

Com este fim, ele havia pensado em reunir uma pequena família monástica cuja vocação estivesse baseada na imitação da vida oculta de Jesus de Nazaré, na adoração eucarística perpétua e na evangelização nos países de missão.

Como sinal concreto de comunhão com a figura do fundador dos Pequenos Irmãos, uma relíquia do beato Charles de Foucauld será depositada sob o altar da capela circular, onde o Santíssimo será exposto noite e dia para ser adorado por todos os que habitam o mosteiro e pelos que se encontrem na Domus.

A adoração perpétua sobre esse monte sustentará «o diálogo entre o judaísmo e a Igreja Católica», segundo as indicações da carta enviada pelo Papa João Paulo II àDomus por ocasião da inauguração de sua biblioteca, assim como a promoção do diálogo ecumênico pela unidade das Igrejas cristãs.

O mosteiro está composto por 23 celas; em seu centro se encontra a capela circular sobre cujo teto se colocou um complexo escultural realizado por Kiko Argüello, que representa Jesus e os doze apóstolos durante a pregação do Sermão da Montanha.

Desta maneira, o monte no qual se proclamou pela primeira vez o mais essencial da pregação de Cristo será um sinal visível da oração da Igreja pela evangelização até os confins da terra.

A inauguração do mosteiro foi presidida pelo patriarca latino de Jerusalém, Sua Beatitude Michel Sabbah, acompanhado de outros bispos de vários ritos, do Custódio da Terra Santa, o Pe. Pierbattista Pizzaballa, o arcebispo Antonio Franco, núncio de Sua Santidade, e de todas as autoridades civis da região. Também participaram numerosos embaixadores.





Jornal vaticano lembra que a Igreja de Cristo será sempre a Igreja Católica

VATICANO, 08 Dez. 05 (ACI) .- Em sua edição especial pelo 40º aniversário de conclusão do Concílio Vaticano II, o diário oficial do Vaticano, L’Osservatore Romano, recordou que segundo o Concílio a Igreja de Cristo será sempre a Igreja Católica.

No estudo realizado pelo Padre Karl Josef Becker, o jornal vaticano esclarece as últimas interpretações surgidas depois do último Sínodo dos Bispos, que tentam desconhecer a função central de Cristo na fundação da Igreja.

“Quem defende com o Concílio Vaticano II a perpétua permanência de todos os elementos salvíficos instituídos por Cristo na Igreja Católica, está totalmente disposto a tomar em consideração os problemas abertos pelo Concílio Vaticano II”, indica o artigo.

E acrescenta que nas demais comunidades cristãs existem elementos eclesiásticos de verdade e de santificação que são próprios da Igreja e empurram para a unidade com ela.

O estudo está apoiado no decreto conciliar sobre ecumenismo, Unitatis Redintegratio e

a constituição dogmática Lumen Gentium, que afirma que “a única Igreja é a governada pelo sucessor de Pedro e pelos bispos em comunhão com ele”.

Segundo fontes do jornal vaticano, o artigo do Pe. Becker poderia ser publicado em breve nos vários idiomas em que se edita o semanário.





Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén