Deus pede o “sim” da criatura, diz Papa

Segundo Bento XVI, correspondência entre Deus e Maria acontece com todos

CASTEL GANDOLFO, domingo, 16 de agosto de 2009 (ZENIT.org).- A relação de correspondência entre Deus e Maria também acontece, de outras maneiras, com cada pessoa, já que Deus continua a pedir acolhida, afirmou hoje o Papa.

Bento XVI rezou o Angelus com os peregrinos ao meio-dia no pátio interno do Palácio Apostólico de Castel Gandolfo. Ele recordou que Deus recebeu de Maria o corpo humano para entrar na condição mortal. “A sua vez, no fim da existência terrena, o corpo da Virgem foi assunto ao céu por Deus e entrou na condição celeste”.

“É uma espécie de intercâmbio, no qual Deus tem sempre a plena iniciativa, mas, como vimos em outras ocasiões, tem também necessidade de Maria, do “sim” da criatura, da sua carne, da sua existência concreta, para preparar a matéria do seu sacrifício: o corpo e o sangue, a ser oferecido na Cruz como instrumento de vida eterna e, no sacramento da Eucaristia, como alimento e bebida espirituais”, disse o Papa.

Segundo o pontífice, “o que aconteceu a Maria, vale, de outras maneiras, mas realmente, para cada homem e cada mulher, porque a cada um de nós Deus pede acolhê-Lo, colocar à disposição o nosso coração e o nosso corpo, a nossa inteira existência, para que Ele possa habitar no mundo”.

“Convida a unir-nos a Ele no sacramento da Eucaristia, Pão repartido pela vida do mundo, para formar juntos a Igreja, seu corpo histórico.”

E se dissermos sim, como Maria –prosseguiu o Papa–, “na mesma medida desse nosso sim, ocorre também para nós e em nós aquele misterioso intercâmbio: somos admitidos na divindade d’Aquele que assumiu a nossa humanidade”.

“A Eucaristia é o meio, o instrumento desse recíproco transformar-se, que tem sempre Deus como fim e como ator principal: Ele é a Cabeça e nós os membros, Ele é a Videira, nós os ramos.”

“Quem come deste Pão e vive em comunhão com Jesus, deixando-se transformar por Ele e n’Ele, é salvo da morte eterna: certamente morre, como todos, participando também do mistério da Paixão e da Cruz de Cristo, mas não é mais escravo da morte, e ressuscitará no último dia, para desfrutar da festa eterna com Maria e com todos os Santos”, disse o Papa.




Comentários no Facebook:

comments

Anteriores

Somos uma família

Próximo

Sem Deus, sociedade fica mais dividida e confusa, diz bispo

  1. Deus quer acolhida em cada um de nós. Deus sempre esteve ao lado do homem, esperando o seu sim para estar com ele.

    É triste depois de 2000 anos, vermos muitos que preferem se apegar as coisas materiais e se esquecer que o autor da vida e de tudo que há no mundo, sempre quis estar no homem e com ele construir seu Reino.

    Deus é mistério, mas deixou se revelar através de seu Filho, Jesus Cristo, para que o mundo creia, mas nem todos entenderam.

    Mesmo Jesus, que ensinou que ninguem vai ao Pai senão por mim, conseguiu despertar a docilidade de Deus.

    É necessário que os Cristãos, especialmente, os católicos se deixem inebriar pela graça da Eucaristia, dom e compromisso, para a construção deste Reino que é de Deus, confiado aos homens.

  2. O SIM das criaturas é o livre arbitrio concedido aos homens desde a criação do mundo. Deus não precisa dos homens, ao contrario, o homem é dependente de Deus. Nós somos contingente, Deus é absoluto.
    Se formos analizar o que estas pessoas estão dizendo: não acreditam em Deus, veremos que até para fazer uma negação a Deus, eles precisam de uma afirmação. Logo o que eles estão dizendo não tem o minimo de verdade.
    Deus é delicado, Ele não exige nada de ninguem. O homens pela autosuficiencia querem ser deusinhos, mas no materialismo, isso não é possivel. Sempre na historia da humanidade, quando o homem quis tomar o lugar de Deus, ele constroe catastrofes. Vejam a Torre de Babel, a destruição da natureza pelos meios lucrativos do capitalismo desenfreado, quanta destruição e os poderosos (ateus) só pensam no ter e se esquecem do SER de Deus que tudo pode e tudo constroi para o bem da humanidade.

    Os famosos que não acreditam em Deus
    Qui, 20 Ago, 05h29

    Por Redação Yahoo! Brasil

    No dia 23 de julho, o ator Brad Pitt virou o centro das atenções e criou polêmica quando declarou em uma entrevista à revista alemã "Bild" que não acredita em Deus.
    O astro disse que não é uma pessoa espiritualizada e que perde tempo pensando que se Ele existe, porque ninguém pode afirmar. "Sou provavelmente 20% ateu e 80% agnóstico. Não acho que alguém realmente saiba (se Deus existe). Você só vai descobrir, ou não, quando chegar lá. Até isso acontecer não existe porque ficar pensando no assunto", disse.
    Mas não é só o galã que já afirmou isso. Há uma lista de famosos que assumiram ser ateus, aqueles que têm 100% de certeza que Deus não existe, ou agnósticos, aqueles que apenas acham que isso nunca será descoberto.
    Em 2002, a atriz Julianne Moore deu uma entrevista no Actor's Studio e quando foi questionada sobre o que diria a Deus se o visse falou: "Uau, eu estava errada, você realmente existe".
    O ator Bruce Lee, que é considerado um Deus das artes marciais, disse em uma entrevista ao jornalista Alex Ben Block, em 1972, que não acreditava em Deus e quando foi questionado sobre sua religião respondeu "absolutamente nenhuma".
    O vocalista da banda Pearl Jam, Eddie Vedder, disse durante um show da banda no Seattle's Memorial Stadium, em julho de 1998, que agradeceria aquele momento a Deus, mas não poderia fazer aquilo porque não acredita que ele exista.
    Em 1988, o diretor e ator Sean Penn comentou em uma entrevista à revista "George" que era agnóstico.
    O criador dos Simpsons, Matt Groening, disse ao jornal Denver Post, em 1999, que é agnóstico. "Mas eu definitivamente acredito em inferno – especialmente depois de ver a programação de outono na TV", brincou.
    O astro de High School Musical, Zac Efron, não ficou de fora. Em 2007, Zac deu uma entrevista para a revista Rolling Stone e disse que foi criado em uma família agnóstica e nunca praticou religiões.
    Quando veio ao Brasil passar o réveillon em Copacabana, a atriz italiana Mônica Bellucci disse que é agnóstica. "Sou, embora respeite e me interesse por todas as religiões. Se tem algo em que eu acredito é em uma energia misteriosa, aquela que enche os oceanos durante as marés, a que une a natureza e os seres", explicou.
    O cineasta, roteirista, escritor, ator e músico Woody Allen disse que de vez em quando tem inveja das pessoas que são naturalmente religiosas, sem ter passado por lavagens cerebrais ou captadas por indústrias organizadas.
    Jodie Foster é assumidamente atéia. Em 2007 disse: "Amo religiões e rituais mesmo sem acreditar em Deus. Celebramos as datas religiosas com as crianças e elas adoram. E quando perguntam 'somos judeus? ' ou 'somos católicos? ' digo que poderão escolher quando tiverem 18 anos". Mas, em 2008, assistida por um monge shantoísta, a atriz fez uma saudação oriental na première do filme "Nim's Island Japan".
    Em 1991, a atriz Katharine Hepburn disse ao Ladies' Home Jornal que é atéia. "Eu acredito que não há nada que possamos saber exceto que devemos ser bons uns para os outros e fazer o que pudermos fazer uns pelos outros. Não, eu não acredito em Deus e, depois de viver, pretendo ter um longo e feliz descanso debaixo da terra".
    Durante uma palestra, Drauzio Varela desabafou e disse que virou ateu quando mordeu uma hóstia e viu que não saiu sangue de dentro dela. "Sempre que ouvia as aulas de religião no colégio pensava que aquilo podia ser mentira. Quando você começa a fazer isso com religião é devastador, porque é uma questão de fé. Religião não admite racionalidade", finalizou.
    Em 2007, o ator de Harry Potter, Daniel Radcliffe, disse para um jornal alemão que não acredita em Deus, mas acredita na teoria da evolução.

    Copyright © 2009 Yahoo!
    Copyright © 2007 Yahoo!. Todos os direitos reservados.
    Privacidade – Termos do Serviço – Direitos Autorais – Precisa de ajuda?

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén