1. Todos os filhos de Israel se juntaram em Silo, e levantaram ali o tabernáculo da reunião. A terra estava-lhes sujeita.

2. Havia sete tribos dos filhos de Israel, que ainda não tinham recebido as suas possessões.

3. Josué disse-lhes: Até quando vos consumirá o ócio, até quando sereis negligentes em tomar posse da terra que o Senhor Deus de vossos pais vos deu?

4. Escolhei três homens de cada tribo, para que eu os envie e vão dar uma volta pelo país, façam a sua demarcação, segundo o número de cada multidão (ou tribo que a deve possuir), e me refiram a demarcação que tiverem feito.

5. Dividi entre vós a terra em sete partes; Judá fique nos seus limites da banda do meio-dia, e a casa de José da banda do setentrião.

6. A terra intermédia dividi-a em sete partes; depois vireis aqui ter comigo, para que eu aqui na presença do Senhor vosso Deus vos lance as sortes.

7. Os Levitas não têm entre vós parte alguma, mas a sua herança é o sacerdócio do Senhor. Gad, Ruben e a meia tribo de Manassés, já receberam as suas porções do outro lado do Jordão ao nascente, as quais lhes deu Moisés, servo do Senhor.

8. Quando aqueles homens se levantaram para ir fazer a demarcação da terra, Josué deu-lhes esta ordem: Dai volta à terra, demarcai-a, voltai a mim, para que eu vos lance as sortes aqui em Silo diante do Senhor.

9. Partiram pois, e, conhecendo-a cuidadosamente, dividiram-na em sete partes, que descreveram num livro. E voltaram a Josué no acampamento de Silo.

10. Ele lançou as sortes diante do Senhor, em Silo, e dividiu a terra em sete partes entre os filhos de Israel.

11. Caiu a primeira sorte aos filhos de Benjamim, segundo as suas famílias, para possuirem o país situado entre os filhos de Judá e os filhos de José.

12. A sua fronteira para a banda do setentrião parte do Jordão, estendendo-se para a banda setentrional de Jericó, e dai sobe às montanhas para o poente, chega até ao deserto de Betaven,

13. passa ao meio-dia perto de Luza, chamada também Betei, desce a Atarot-Adar, perto do monte, que está ao meio-dia de Bet-horon inferior,

14. e, dando volta, declina para o mar ao meio-dia do monte, olha para Bet-horon para o Áfrico , e termina em Cariat-baal, que também se chama Cariatiarim, cidade dos filhos de Judá. Esta é a fronteira para o mar, pelo poente.

15. Pelo meio-dia, a sua fronteira vai da parte de Cariatiarim pra o mar, e chega até à fonte das águas de Neftoa;

16. (em seguida) desce até àquela parte do monte, que olha para o vale dos filhos de Enom, e que está ao setentrião, na extremidade do vale dos Befains; depois desce a Geenom (isto é, ao vale de Enom) ao lado do Jebuseu, pelo meio-dia, e chega até à fonte de Rogel,

17. passando para o norte, e estendendo-se até Ensemes, isto é, a fonte do Sol;

18. passa depois até aos cabeços, que estão defronte da subida de Adomim, e desce a Abendoen, isto é, a pedra de Boen, filho de Ruben, passa pelo lado do norte até à campina e desce à planície;

19. depois avança para o setentrião, além de Bet-hagla, e termina na ponta setentrional do Mar do Sal, na embocadura do Jordão, que olha para o meio-dia.

20. O Jordão é o seu limite pelo oriente. Esta é a herança dos filhos de Benjamim, segundo os seus limites à roda, e segundo as suas famílias.

21. As suas cidades foram: Jericó, Bet-hagla, o vale de Casis,

22. Bet-Araba, Samaraim, Betel,

23. Avim, Pará, Ofera,

24. a cidade de Emona, Ofni e Gabee: doze cidades com as suas aldeias.

25. Gabaon, Rama, Berot,

26. Mesfe, Cafara, Amosa,

27. Reeem, Jarefel, Tarela,

28. Sela, Elef, Jebus, que é Jerusalém, Gabaat e Cariat: catorze cidades com as suas aldeias. Esta é a herança dos fiIhos de Benjamim, segundo as suas famílias.





“A ingenuidade e’ uma virtude, mas apenas ate certo ponto; ela deve sempre ser acompanhada da prudência. A astúcia e a safadeza, por outro lado, são diabólicas e podem causar muito mal.” São Padre Pio de Pietrelcina