1. Depois que passaram, o Senhor disse a Josué:

2. Escolhe doze homens, um de cada tribo,

3. e manda-lhes que tomem do meio do leito do Jordão, onde os pés dos sacerdotes estiveram parados, doze pedras duríssimas, as quais vós colocareis no lugar do acampamento, em que esta noite haveis de plantar as tendas.

4. Chamou pois Josué os doze homens, que tinha escolhido entre os filhos de Israel, um de cada tribo,

5. e disse-lhes: Ide adiante da arca do Senhor vosso Deus ao meio do Jordão, e trazei de lá cada um a sua pedra sobre os ombros, segundo o número (das tribos) dos filhos de Israel,

6. para que seja um sinal entre vós; quando no futuro vossos filhos vos perguntarem: Que significam estas pedras?

7. — vós lhes respondereis: As águas do Jordão desapareceram diante de arca da aliança do Senhor, enquanto ela o atravessava; por isso se puseram estas pedras como um memorial eterno dos filhos de Israel.

8. Fizeram os filhos de Israel como Josué Ihes tinha ordenado, levando do meio do leito do Jordão, doze pedras, segundo o número (das tribos) dos filhos de Israel, consoante o Senhor tinha mandado a Josué, até no lugar onde acamparam, e ali as puseram.

9. Pôs também Josué outras doze pedras no meio do leito do Jordão, onde estiveram parados os sacerdotes, que levavam a arca da aliança, e elas ainda ali se conservam até ao dia de hoje.

10. Os sacerdotes, quo levavam a arca, estavam parados no meio do Jordão, até se cumprir tudo o que o Senhor tinha mandado a Josué que dissesse ao povo, de acordo com o que Moisés havia prescrito. E o povo apressou-se, e passou.

11. Logo que passaram todos, passou também a arca do Senhor, e os sacerdotes iam (com ela) adiante do povo.

12. Os filhos de Ruben e de Gad, e a meia tribo de Manassés, precediam, armados, os filhos de Israel, como Moisés lhes tinha ordenado.

13. Quarenta mil combatentes marchavam à frente, divididos em filas e esquadrões pelas planícies e campinas da cidade de Jericó.

14. Naquele dia o Senhor engrandeceu Josué diante de todo o Israel, para eles o reverenciarem, como tinham reverenciado a Moisés, quando vivia.

15. (O Senhor) disse-lhe:

16. Manda aos sacerdotes, que levam a arca da aliança, que saiam do Jordão.

17. Ele ordenou-lhes: Saí do Jordão.

18. Quando saíram os que levavam a arca da aliança do Senhor e começaram a pisar a terra seca, tornaram as águas ao seu leito e correram como costumavam antes.

19. Ora o povo saiu do Jordão, no dia dez do primeiro mês, e acampou em Galgala, ao oriente da cidade de Jericó.

20. Colocou também Josué em Galgala as doze pedras, que tinham tomado do fundo do Jordão,

21. e disse aos filhos de Israel: Quando no futuro os vossos filhos perguntarem a seus pais: Que significam estas pedras?

22. — vós os informareis, dizendo-lhes: Israel passou a pé enxuto este Jordão,

23. tendo o Senhor vosso Deus secado as suas águas à vossa vista, até que passásseis, do mesmo modo que antes tinha feito no Mar Vermelho, o qual secou até que passássemos,

24. para que todos os povos da terra reconheçam a mão poderosíssima do Senhor, e vós temais sempre o Senhor vosso Deus.





“Viva sempre sob o olhar do Bom Pastor e você ficara’ imune aos pastos contaminados.” São Padre Pio de Pietrelcina