1. Estes são os chefes das famílias — com a sua geneología — daqueles que vieram comigo de Babilónia, no reinado do rei Artaxerxes:

2. Dos filhos de Fineias, Gerson; dos filhos de Itamar, Daniel; dos filhos de David, Hato, que descendia de Sequenias; dos filhos de Faros, Zacarias, e com ele cento e cinquenta homens;

4. dos filhos de Faat-Moab, Elioenai, filho de Zarrias, e com ele duzentos homens;

5. dos filhos de Sequenias, o filho de Ezequiel, e com ele trezentos homens;

6. dos filhos de Adan, Abed, filho de Jonatan, e com ele cinqüenta homens;

7. dos filhos de Alão, Isaías, filho de Atalia, e com ele setenta homens;

8. dos filhos de Safatias, Zebedia, filho de Miguel, e com ele oitenta homens;

9. dos filhos de Joab, Obedia, filho de Jaiel, e com ele duzentos e dezoito homens;

10. dos filhos de Selomit, o filho de Josefias, e com ele cento e sessenta homens;

11. dos filhos de Bebai, Zacarias, filho de Bebai, e com ele vinte e oito homens;

12. dos filhos de Azgad, Joanan, filho de Ecetan, e com ele cento e dez homens;

13. dos filhos de Adonicão, que eram os últimos, eis os séus nomes: Elifelet, Jeiel e Samaias, e com eles sessenta homens;

14. dos filhos de Begui, Utai e Zacur, e com eles sessenta homens.

15. Reuni-os junto do rio, que corre para Aava, e ficámos ali três dias; busquei entre o povo e entre os sacerdotes alguns dos filhos de Levi, e não encontrei ali nenhum.

16. Por isso enviei Eliezer, Ariel, Semeias, Elnatan, Jarib, outro Elnatan, Natan, Zacarias e Masolão, pessoas principais, com Joiarib e Elnatau, doutores da lei.

17. Enviei-os a Edo, que era o chefe do lugar de Casfia, e pus-lhe na boca as palavras que deviam dizer a Edo e aos seus irmãos Natineus, no lugar de Casfia, para nos trazerem ministros da casa do nosso Deus.

18. Como a mão favorável do nosso Deus estava sobre nós, eles trouxeram-nos um homem doutíssimo dos filhos de Mooli, filho de Levi, filho de Israel, (chamado) Sarabias, com os seus filhos e seus irmãos, que eram dezoito;

19. Hasabias, e com ele Isaías, dos filhos de Merari, e seus irmãos e seus filhos, que eram vinte;

20. dos Natineus, que David e os príncipes tinham destinado ao serviço dos Levitas, duzentos e vinte Natineus, todos designados pelos seus nomes.

21. Estando junto do rio Aava, publiquei ali um jejum para nos humilharmos diante do Senhor nosso Deus e para lhe pedirmos uma feliz viagem para nós, para nossos filhos e para tudo o que levávamos connosco.

22. Com efeito, tive vergonha de pedir ao rei uma escolta de soldados a cavalo, que nos defendesse dos nossos inimigos pelo caminho, porque tínhamos dito ao rei: A mão do nosso Deus está com todos os que o buscam com sinceridade, mas o seu poder e o seu furor estão contra todos os que o abandonam.

23. Nós, com este fim jejuámos e fizemos oração ao nosso Deus, e tudo nos sucedeu pròsperamente.

24. Escolhi doze dentre os príncipes dos sacerdotes, Sarabias e Hasabias, e com eles dez de seus irmãos.

25. Pesei diante deles a prata, o ouro e os vasos consagrados da casa do nosso Deus, que o rei, os seus conselheiros, os seus príncipes e todos os Israelitas, que se encontravaram lá, tinham oferecido.

26. Entreguei nas suas mãos o peso de seiscentos e cinquenta talentos de prata, cem vasos de prata, cem talentos de ouro.

27. vinte taças de ouro, que tinham o peso de mil dáricos, dois vasos dum bronze muito claro e brilhante, tão belos como ouro,

28. e disse-lhes: Vós sois os santos do Senhor, e santos são os vasos, a prata e o ouro, que foram espontaneamente oferecidos ao Senhor Deus de nossos pais;

29. vigiai e guardai-os, até que os peseis em Jerusalém na presença dos príncipes dos sacerdotes e dos Levitas, e dos chefes das familias de Israel, para se conservarem no tesouro da casa do Senhor.

30. Os sacerdotes e os Levitas receberam o peso da prata, do ouro e dos vasos, para o levarem a Jerusalém à casa do nosso Deus.

31. Partimos do rio Aava no dia doze do primeiro mês, a fim de irmos para Jerusalém; a mão do nosso Deus foi connosco e livrou-nos das mãos do inimigo, dos que nos armavam ciladas pelo caminho.

32. Chegámos a Jerusalém e ficámos ali três dias.

33. No quarto dia pesou-se a prata, o ouro e os vasos, na casa do nosso Deus por mão de Meremot, filho do sacerdote Urias. Junto dele estava Eleazar, filho de Fineias, e com eles Jozabed, filho de Josué, e Noadaia, filho do Levita Benoi.

34. Tudo foi contado e pesado, e de tudo se fez então o inventário.

35. Os filhos da transmigração, que tinham voltado do cativeiro, ofereceram em holocausto ao Deus de Israel doze novilhos por todo o povo de Israel, noventa e seis carneiros, setenta e sete cordeiros, e doze bodes pelo pecado, tudo em holocausto ao Senhor.

36. Entregaram os editos do rei aos sátrapas, que eram da côrte do rei, e aos governadores de além do rio, os quais exaltaram o povo e a casa de Deus.





O maldito “eu” o mantém apegado à Terra e o impede de voar para Jesus. São Padre Pio de Pietrelcina