ppfranciscoebento2013

Vaticano, 13 Mar. 14 / 11:57 am (ACI).- Segundo afirmou o prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, o cardeal brasileiro Dom João Braz de Aviz, em um encontro recente com Bento XVI, o Papa emérito se referiu ao Papa Francisco como um “fenômeno”, destacando sua grande proximidade e dinamismo.

“Quando o Papa Bento XVI comentou sobre Francisco, nós ficamos muito contentes, porque ele disse assim : ‘Estou muito contente com a minha renúncia, porque Deus preparou, depois de mim, um fenômeno’. Ele chama Papa Francisco de ‘fenômeno’”, disse Dom Aviz à Rádio Vaticano.

“A gente vai ao barbeiro e ele fala do Papa pra gente! Vai, em qualquer lugar, e falam do Papa pra gente. Isso, na Europa, lugar em que já não se falava mais de religião”, conta entusiasmado o Cardeal Dom João.O pontificado de Francisco foi inaugurado no dia 19 de Março de 2013, Solenidade de São José, o Custódio da Igreja. Desde então o primeiro Papa latino-americano da história vem desenvolvendo o ministério petrino marcando a necessidade de uma Igreja missionária e que dê atenção aos mais necessitados.

Falando também à Rádio Vaticano, o presidente da CNBB e Cardeal Arcebispo de Aparecida, DOm Raymundo Damasceno Assis, destacou que Francisco vem pedindo aos fiéis um “salto qualitativo na nossa fé” e “apertar o passo” nos processos de reforma da Igreja e da nossa própria conversão.

Até o fim de fevereiro, foram 38 audiências gerais, às quartas-feiras, tendo, em média, 50 mil peregrinos em cada encontro. Uma viagem apostólica internacional ao Brasil e três viagens em território italiano. Foram 149 discursos, 252 homilias, nove visitas pastorais à paróquias romanas.A esses números, unem-se ainda uma Encíclica, uma Exortação Apostólica, quatro Motus Proprios, 36 cartas apostólicas, a criação de uma Secretaria para a Economia e um número incontável de ligações em resposta às correspondências que ele recebe diariamente.




Comentários no Facebook:

comments