AdolfoGranilloOcampo_Facebook

BUENOS AIRES, 17 Jun. 14 / 03:23 am (ACI/EWTN Noticias).- Quatro ladrões desistiram de assaltar um pedestre na rua do bairro Liniers, em Buenos Aires (Argentina), quando perceberam que a vítima era um sacerdote católico.

Conforme informa o jornal argentino Clarín, quatro ladrões interceptaram o Pe. Adolfo Granillo Ocampo quando passeava com o seu cachorro, “algo que costumo fazer sempre. De repente, na esquina apareceram quatro rapazes em duas motos na contramão e me rodearam”.

“Passa tudo, passa a carteira ou atiro!”, gritou-lhe um dos assaltantes.

Enquanto outro dos malfeitores revistava os seus bolsos, o Pe. Adolfo se apresentou: “eu sou o padre…”.

O presbítero vestia um sobretudo e um cachecol, por isso os assaltantes não tinham podido ver antes que por baixo estava com a roupa de sacerdote.

Assim que se deram conta que era verdade o que o Pe. Andolfo dizia, os assaltantes desistiram da tentativa de assalto, pediram desculpas e foram embora sem levar nada.

O Pe. Granillo Ocampo, por sua parte, continuou o passeio com o seu cachorro para depois ir dormir.

O sacerdote tem uma clara explicação para o que aconteceu: “Evidentemente, assim como não roubariam os seus pais, algo fez com que eles percebessem que também não podem roubar um sacerdote”.

A tentativa de ataque aconteceu no dia 6 de junho. “Eu estava bastante perplexo, porque na verdade eu nunca tinha sido roubado na minha vida. Olhei para o rapaz e disse isso. E se vê que, pelo menos, eram crentes”, disse o presbítero.

O Pe. Granillo Ocampo assegurou que “não tive medo nesse momento e tampouco o tenho agora, decidi continuar fazendo as minhas coisas como costumo fazer todos os dias”.

“Certamente estes rapazes têm realidades complexas como as que costumamos atender na paróquia e isso os fez refletir. Sou consciente de que há muita gente que sofre as consequências da insegurança, mas tenho que dizer que depois disto me esforcei por continuar com a minha rotina de trabalho”, disse.




Comentários no Facebook:

comments