Tag: Diocese de São Miguel Paulista

Umbanda e Candomblé invadem a Missa em São Miguel Paulista

Recentemente o site Fratres in Unum denúnciou as praticas marxistas e toda a influência da teologia da libertação na Diocese de São Miguel Paulista. O caso em questão envolvia principalmente duas paróquias comandadas pelos padres Paulo Bezerra da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, e Padre Dimas Martins Carvalho do Santuário Nossa Senhora da Paz.

Neste artigo falaremos do Santuário Nossa Senhora da Paz: Nesta paróquia que esta sob a jurisdição do Bispo Dom Manuel Parrado Carral, o paroco Padre Dimas Martins Carvalho leva ao extremo o pensamento revolucionário que nos últimos anos vem destruindo a Igreja por dentro e com isso esta acontecendo um gradual esvaziamento da paróquia por causa das práticas heréticas do padre em questão.

Qualquer um que conheça esta paróquia sabe que o Padre Dimas é um mestre em desmerecer a Igreja e dar valor cada vez maior ao protestantismo e outras religiões. Isso é muito claro em várias de suas homilias, onde as citações mais diversas acontecem. Apenas para citar alguns exemplos, na Missa cita-se: Alan Kardec o pai do espiritísmo; Friedrich Nietzsche, filósofo que disse entre outras coisas que “Deus esta morto”, budismo, islamismo, etc…

Mas não é só isso. Na missa do dia 30 de Setembro de 2012 os fiéis foram “brindados” com uma grande surpresa. Por orientação do Padre, que é o editor do folheto da missa, os músicos tiveram que tocar para o povo uma musica que tem profundas ligações com a Umbanda e o Candomblé. A musica escolhida: “Arrastão” de Vinicius de Moraes e Edu Lobo e que já foi interpretada pela cantora espírita Elis Regina.

Eh! tem jangada no mar
Eh! eh! eh! Hoje tem arrastão
Eh! Todo mundo pescar
Chega de sombra e João Jô viu

Olha o arrastão entrando no mar sem fim
É meu irmão me traz Mãe d’agua prá mim
Olha o arrastão entrando no mar sem fim
É meu irmão me traz Mãe d’agua prá mim

Minha Santa Bárbara me abençoai
Quero me casar com Janaína
Eh! Puxa bem devagar
Eh! eh! eh! Já vem vindo o arrastão
Eh! É a rainha do mar
Vem, vem na rede João prá mim

Valha-me meu Nosso Senhor do Bonfim
Nunca, jamais se viu tanto peixe assim
Valha-me meu Nosso Senhor do Bonfim
Nunca, jamais se viu tanto peixe assim

Para aqueles que querem ver “a prova do crime” liturgico estamos disponibilizando o PDF com o folheto da missa e que em seu número 24 traz este canto profano.

Dentre as considerações que fazemos estão:

– Intencionalmente e para não causar tanto espanto, o padre substituiu a palavra “Iemanjá” por “Mãe d’agua”. Note-se porém que embora seja mais sutil a utilização de “mãe d’agua”, isso é uma pratica comum nos meios ligados à Umbanda como demostra o exemplo abaixo:


http://bit.ly/GFUeia

– O nome de Santa Barbara presente na letra da música na verdade é uma alusão à Iansã. Nas lendas provenientes do candomblé, Iansã foi mulher de Ogum e depois de Xangô. Na liturgia da umbanda, Iansã é senhora dos eguns, os espíritos dos mortos.

O apelo que se faz aqui é que todos aqueles que se sentirem incomodados com essa profanação da Santa Missa, que entrem em contato com o Bispo Dom Manuel Parrado Carral para que ele tome todas as providências cabíveis.

Bispo Diocesano
Dom Manuel Parrado Carral
Rua José Dias Miranda, 100 – São Miguel Paulista
08011-020 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 2297.8611
Fax: (11) 2297.0539
e-mail: smigueld@terra.com.br

Bispo Emérito
Dom Fernando Legal, SDB
Rua Doutor Alarico de Toledo Piza, 635 – Vila Silva Telles
08110-180 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 2156.9447
e-mail: fernando.legal31@hotmail.com

Cúria Diocesana
Travessa Guilherme de Aguiar, 40 – São Miguel Paulista
08011-030 – São Paulo – SP
Tel./fax: (11) 2297.8611
Fax: (11) 2297.3953
e-mail: diocesesaomiguel@terra.com.br
site: www.diocesesaomiguel.org.br

Secretariado de Pastoral
Travessa Guilherme de Aguiar, 40 – São Miguel Paulista
08011-030 – São Paulo – SP
Tel./fax: (11) 2297.6682
e-mail: diocesesdp.pastoral@hotmail.com

Em desagravo ao que vem acontecendo nesta diocese rezemos juntos: 

Oração a São Miguel Arcanjo

São Miguel Arcanjo,
protegei-nos no combate,
defendei-nos com o vosso escudo
contra as armadilhas
e ciladas do demónio.
Deus o submeta,
instantemente o pedimos;
e vós, Príncipe da milícia celeste,
pelo divino poder,
precipitai no inferno a Satanás
e aos outros espíritos malignos
que andam pelo mundo
procurando perder as almas.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Ámen.

[Nota: O Papa Leão XIII, durante a celebração de uma missa particular, teve uma visão segundo a qual soube que o Demónio pediu permissão para submeter a Igreja a um período de provações. Deus concedeu-lhe permissão para provar a Igreja por um século (este século). Assim que o Demónio se afastou, Deus chamou Nossa Senhora e São Miguel Arcanjo e lhes disse:
“Dou-vos, agora, a incumbência de contrabalançar a obra nefasta do Demónio.”

O Papa a seguir compôs a oração a São Miguel Arcanjo, ordenando depois que fosse rezada de joelhos, no fim de cada Santa Missa.]

 

A beata Chaui, da Diocese de São Miguel Paulista, SP

Fonte: Fratres in Unum

A “filósofa” da USP Marilena Chaui, uma das históricas mentoras, se é que isso é possível, do petismo, encontrou o seu lugar na “igreja libertária” travestida de católica: a diocese de São Miguel Paulista — a quem não sabe, esta diocese foi criada em 1989 pelo Papa João Paulo II com o propósito de dividir a Arquidiocese de São Paulo e, assim, diminuir a área de destruição atuação do então arcebispo Dom Paulo Evaristo Arns.

Além de piedosamente comungar por conta própria, Chaui recebeu a homenagem do reverendíssimo presbítero com suas bailarinas:

carmo1
Paulo Sérgio Bezerra, Marilena Chaui e Padres Dimas Martins Carvalho

http://www.youtube.com/watch?v=qCPmOr9QSv8

Assista em: http://www.youtube.com/watch?v=qCPmOr9QSv8

Eis a descrição do vídeo no Youtube: “Homenagem feita à Marilena Chauí pela Juventude da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, Itaquera, por ocasião de sua participação no último dia da semana de oração na festa de Nossa Senhora do Carmo. A ilustre convidada fez uma reflexão sobre o tema “Sociedade em crise: ausência de filosofia?”. Música: Coração Cívil, Milton Nascimento”.

A diocese de São Miguel Paulista é, de fato, a casa da mãe Joana da Teologia da Libertação: neste ano, já passou por lá, em um Santuário diocesano, o nobre herege Leonardo Boff, com direito a autógrafo em livro para criança — escancarado crime de corrupção de menores:

boff

Igualmente, o mesmo Santuário Nossa Senhora da Paz, cujo reitor é o reverendíssimo Pe. Dimas Martins de Carvalho, se ufana de divulgar em sua página do Facebook aberrações como a que segue:

santuario

Parabéns, Dom Manuel Parrado Carral, bispo diocesano! O objetivo de destruir a Fé Católica na zona leste de São Paulo, curiosamente, a mais pobre e onde os protestantes mais fazem estragos, está sendo atingido com sucesso!

O apelo que se faz aqui é que todos aqueles que se sentirem incomodados com essa profanação da Santa Missa, que entrem em contato com o Bispo Dom Manuel Parrado Carral para que ele tome todas as providências cabíveis.

Bispo Diocesano
Dom Manuel Parrado Carral
Rua José Dias Miranda, 100 – São Miguel Paulista
08011-020 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 2297.8611
Fax: (11) 2297.0539
e-mail: smigueld@terra.com.br

Bispo Emérito
Dom Fernando Legal, SDB
Rua Doutor Alarico de Toledo Piza, 635 – Vila Silva Telles
08110-180 – São Paulo – SP
Tel.: (11) 2156.9447
e-mail: fernando.legal31@hotmail.com

Cúria Diocesana
Travessa Guilherme de Aguiar, 40 – São Miguel Paulista
08011-030 – São Paulo – SP
Tel./fax: (11) 2297.8611
Fax: (11) 2297.3953
e-mail: diocesesaomiguel@terra.com.br
site: www.diocesesaomiguel.org.br

Secretariado de Pastoral
Travessa Guilherme de Aguiar, 40 – São Miguel Paulista
08011-030 – São Paulo – SP
Tel./fax: (11) 2297.6682
e-mail: diocesesdp.pastoral@hotmail.com

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén