1. Ao mestre do coro. Segundo a melodia de "o lírio da lei..." De Asaf. Salmo.

2. Tu que apascentas Israel, atende, tu que conduzes José como um rebanho. Tu que estás sentado sobre os querubins, manifesta-te com esplendor. (ver nota)

3. diante de Efraim, Benjamim e Manassés. Desperta o teu poder, e vem para nos salvar.

4. Ó Deus, restaura-nos e mostra-nos sempre o teu rosto, para que sejamos salvos.

5. Senhor Deus dos exércitos, até quando estarás irado, não obstante o teu povo orar?

6. Alimentaste-lo com pão de lágrimas, deste-lhe a beber lágrimas com abundância.

7. Fizeste de nós um objecto de disputa para os nossos vizinhos, e os nossos inimigos fazem escárnio de nós.

8. Deus dos exércitos, restaura-nos e mostra sereno o teu rosto, para que sejamos salvos.

9. Uma videira arrancaste do Egipto, expulsaste as gentes e a plantaste. (ver nota)

10. Preparaste-lhe o terreno; ela lançou raízes e encheu a terra.

11. A sua sombra cobriu os montes, e os seus sarmentos os cedros de Deus.

12. Estendeu a sua ramagem até ao mar, e até ao rio os seus rebentos.

13. Para que destruíste a sua cerca, de modo que a vindimem todos os que passam pelo caminho,

14. e a devaste o javali da selva, e se apascentem nela as bestas do campo?

15. Ó Deus dos exércitos, volta-te, olha do alto do céu e vê, visita esta videira.

16. Protege aquela que a lua dextra plantou, e o rebento que para ti fortaleceste.

17. Os que a incendiaram e talaram pereçam ante a ameaça do teu rosto

18. Esteja a tua mão sobre o homem da tua dextra, sobre o filho do homem que para ti fortaleceste.

19. Não nos afastaremos mais de ti; tu nos conservarás a vida, e proclamaremos o teu nome.

20. Senhor, Deus dos exércitos, restaura-nos e mostra-nos sereno o teu rosto, para que sejamos salvos.





“Procuremos servir ao Senhor com todo o coração e com toda a vontade. Ele nos dará sempre mais do que merecemos.” São Padre Pio de Pietrelcina