1. Vinde, regozijemo-nos no Senhor, aclamemos a Rocha da nossa salvação:

2. apresentemo-nos diante dele com louvores, com cânticos regozijemo-nos diante dele.

3. Realmente o Senhor é Deus grande, e Rei grande sobre todos os deuses:

4. na sua mão estão todas as profundezas da terra, e as alturas dos montes são suas.

5. Seu é o mar, pois ele o fez, e à terra firme, que as suas mãos formaram.

6. Vinde, adoremos e prostremo-nos, dobremos os joelhos diante do Senhor, que nos criou.

7. Porque ele é o nosso Deus, e nós somos o povo do seu pasto, as ovelhas da sua manada. Oxalá que ouçais hoje a sua voz:

8. "não endureçais os vossos corações, como em Meriba, como no dia de Massa no deserto,

9. onde vossos pais me tentaram, me provaram, embora tivessem visto as minhas obras.

10. Quarenta anos tive tédio dessa geração, e disse: São um povo de coração desencaminhado, e não conheceram os meus caminhos.

11. Por isso jurei na minha ira: Não entrarão no meu repouso".





“A pessoa que nunca medita é como alguém que nunca se olha no espelho e, assim, não se cuida e sai desarrumada. A pessoa que medita e dirige seus pensamentos a Deus, que é o espelho de sua alma, procura conhecer seus defeitos, tenta corrigi-los, modera seus impulsos e põe em ordem sua consciência.” São Padre Pio de Pietrelcina