1. Palavra do Senhor, que foi dirigida a Sofonias, filho de Cusi, filho de Godolias, filho de Amarias, filho de Bzequias, no tempo de Josias, filho de Amon, rei de Judá. (ver nota)

2. Destruirei tudo sobre a face da terra, diz o Senhor;

3. destruirei os homens e os animais, destruirei as aves do céu e os peixes do mar; farei desaparecer os escândalos com os ímpios; exterminarei da terra os homens, diz o Senhor.

4. Estenderei a minha mão contra Judá e contra todos os habitantes de Jerusalém; exterminarei deste lugar os restos (da idolatria) de Baal, até os nomes (ou a memória) dos seus ministros e sacerdotes;

5. (exterminarei) os que adoram a milícia (ou os astros) do céu sobre os telhados, os que adoram o Senhor e Juram pelo seu nome, mas ao mesmo tempo juram (realmente) pelo nome de Melcom;

6. e os que deixam de seguir o Senhor, os que não buscam o Senhor, nem procuram encontrá-lo.

7. Silêncio diante da face do Senhor Deus, porque o dia (terrível) do Senhor está perto, porque o Senhor preparou um sacrifício, santificou os convidados.

8. No dia do sacrifício do Senhor castigarei (diz Deus) os chefes e os príncipes reais (de Jerusalém) e todos os que se vestem de trajes estrangeiros;

9. castigarei nesse dia todos os que entram com arrogância pelo limiar (do templo) e que enchem de violência e de fraude a casa do seu senhor.

10. Naquele dia haverá, diz o Senhor, muitos clamores à Porta dos Peixes, gemidos das bandas da cidade nova, grande tumulto do lado das colinas. (ver nota)

11. Habitantes do Maktesh lamentai-vos, porque todo o povo dos mercadores foi aniquilado, todos os que traziam cargas de prata pereceram. (ver nota)

12. Naquele tempo acontecerá isto: esquadrinharei Jerusalém com lanternas e castigarei os homens que estão sentados sobre as suas fezes, que dizem nos seus corações: O Senhor não faz bem nem mal (a ninguém). (ver nota)

13. As suas riquezas serão saqueadas, as suas casas devastadas; edificarão casas, mas não as habitarão; plantarão vinhas, mas não lhes beberão o vinho.

14. O dia grande do Senhor está próximo; está próximo, vai chegando com velocidade! Tremendo é o ruído do dia do Senhor; o forte se verá nele em grande aperto.

15. Esse dia será um dia de ira, um dia de tribulação e angústia, um dia de calamidade e miséria, um dia de trevas e escuridão, um dia de nuvens e espesso nevoeiro,

16. um dia de trombeta e de gritos guerreiros contra as cidades fortificadas e contra as torres elevadas. (ver nota)

17. Atribularei os homens, e eles andarão como cegos, porque pecaram contra o Senhor; o seu sangue será espalhado como poeira, e os seus corpos serão (tratados) como esterco.

18. Nem a sua prata, nem o seu ouro os poderão livrar no dia da ira do Senhor; no fogo do seu zelo será devorada toda a terra, porque ele se apressará a exterminar completamente todos os habitantes da mesma terra.





“Um filho espiritual perguntou a Padre Pio: Como posso recuperar o tempo perdido? Padre Pio respondeu-lhe “Multiplique suas boas obras!” São Padre Pio de Pietrelcina