1. Então Tobias respondeu a seu pai: Meu pai, farei tudo o que me mandaste.

2. Todavia não sei de que modo poderei cobrar este dinheiro, porque nem ele lhe conhece a mim, nem eu o conheço a ele; que sinal lhe hei-de dar? Nem mesmo sei o caminho, por onde se vai a tal terra.

3. Então seu pai disse-lhe: Eu tenho em meu poder o recibo do seu próprio punho; quando tu lho mostrares, ele te pagará logo.

4. Portanto agora vai e busca algum homem fiel, que te acompanhe, mediante uma retribuição, para que cobres o dinheiro enquanto eu estou vivo.

5. Mal havia Tobias saído (de casa), logo encontrou um jovem de belo aspecto, que estava cingido e como prestes a caminhar.

6. Não sabendo que era um anjo de Deus, saudou-o e disse: Donde és tu ó bom jovem?

7. Ele respondeu: Eu sou dos filhos de Israel. Tobias perguntou-lhe: Conheces o caminho que conduz à terra dos Medos?

8. O anjo respondeu-lhe: Conheço: tenho percorrido muitas vezes estes caminhos e tenho estado em casa de Gabelo, nosso irmão, que mora em Ragés, cidade dos Medos, que está situada sobre o monte de Ecbatana.

9. Tobias disse-lhe: Suplico-te que esperes por mim, até que eu avise meu pai disto mesmo.

10. Então Tobias, tendo entrado, referiu a seu pai o sucedido. O pai, admirado com isto, rogou-lhe que entrasse em sua casa.

11. Tendo, pois, entrado, saudou a Tobias, e disse: A alegria seja sempre contigo.

12. Tobias respondeu: Que alegria poderei eu ter, eu que sempre estou em trevas, que não vejo a luz do céu?

13. O jovem disse-lhe: Tem ânimo! É fácil a Deus curar-te.

14. Disse-lhe, pois, Tobias: Porventura poderás tu conduzir meu filho a casa de Gabelo, em Ragés, cidade dos Medos? Quando voltares, eu te pagarei o teu trabalho.

15. O anjo respondeu: Eu lá o conduzirei, e to reconduzirei.

16. Tobias, então, perguntou-lhe: Peço-Te que me digas: de que família e de que tribo és tu?

17. O anjo Rafael respondeu: Procuras conhecer a família do mercenário, ou o próprio mercenário, que vá com teu filho?

18. Mas, para que te não ponha em cuidados, eu sou Azarias, filho do grande Ananias.

19. Tobias respondeu-lhe: Tu és de uma ilustre família. Peço-te que te não ofendas por eu ter desejado conhecer a tua família.

20. O anjo disse-lhe: Eu conduzirei são o teu filho, e são to reconduzirei.

21. Tobias respondeu: Fazei boa jornada! Deus seja convosco no vosso caminho, e o seu anjo vos acompanhe.

22. Então, preparando tudo o que deviam levar na jornada, Tobias despediu-se de seu pai e de sua mãe e pôs-se a caminho com o anjo.

23. Logo que partiram, começou sua mãe a chorar e a dizer: Tu tiraste-nos o bordão da nossa velhice, tu o apartaste de nós.

24. Osalá que nunca tivesse havido este dinheiro, por causa do qual tu o mandaste.

25. A nossa pobreza bastava-nos, e era para nós uma riqueza o vermos nosso filho.

26. Tobias disse-lhe: Não chores; nosso filho chegará salvo, voltará salvo para a nossa companhia, e tu o verás com os teus olhos.

27. Eu creio que um bom anjo de Deus o acompanha e dispõe tudo o que lhe diz respeito, de modo que voltará para nós cheio de alegria.

28. A estas palavras a mãe cessou de chorar e calou-se.





A humildade e a caridade são as “cordas mestras”. Todas as outras virtudes dependem delas. Uma é a mais baixa; a outra é a mais alta. ( P.e Pio ) São Padre Pio de Pietrelcina