1. Depois de terem ceado, introduziram o jovem no aposento da esposa.

2. Tobias, lembrando-se do que lhe tinha dito o anjo, tirou da sua bolsa um pedaço de fígado de peixe e colocou-o sobre uns carvões acesos.

3. Nessa altura, o anjo Rafael pegou no demónio e ligou-o no deserto do alto Egipto.

4. Então Tobias encorajou a jovem com estas palavras; Sara, levanta-te e façamos oração a Deus, hoje, amanhã e depois de amanhã. Nestas três noites nos uniremos a Deus; depois da terceira noite, viveremos no nosso matrimónio,

5. porque nós somos filhos de santos, e não podemos juntar-nos à maneira dos Gentios que não conhecem a Deus.

6. Levantando-se ambos, oravam juntos com fervor para que lhes fosse conservada a vida.

7. Tobias disse: Senhor Deus de nossos pais, bendigam-te o céu e a terra, o mar, as fontes, os rios e todas as tuas criaturas que neles se encerram.

8. Tu fizeste Adão do limo da terra, e deste-lhe Eva por companheira.

9. Ora tu sabes, Senhor, que não é por motivo de paixão que eu tomo esta minha irmã por esposa, mas só pelo desejo de ter filhos, pelos quais o leu nome seja bendito pelos séculos dos séculos.

10. E Sara disse : Compadece-te de nós, Senhor, compadece-te de nós, e faz que vivamos juntos até à velhice em perfeita saúde.

11. Ao cantar do galo, Raguel mandou chamar os seus criados, que foram com ele abrir uma sepultura.

12. Pode ser, dizia, que tenha acontecido a este o mesmo que aos outros sete homens que estiveram com ela.

13. Depois que prepararam a cova, voltou Raguel para junto de sua mulher e disse-lhe:

14. Manda uma das tuas criadas ver se ele morreu, para o sepultar antes que amanheça.

15. Ela mandou uma das suas criadas. Esta, tendo entrado na câmara, achou-os sãos e salvos, dormindo juntamente.

16. Voltando, deu esta boa nova, e, então, tanto Raguel como Ana, sua mulher, louvaram o Senhor.

17. Disseram : Nós te bendizemos. Senhor Deus de Israel, por não ter sucedido o que julgávamos.

18. Usaste connosco da tua misericórdia, lançando para longe de nós o inimigo que nos perseguia.

19. Tiveste compaixão de dois filhos únicos. Faz, Senhor, que eles te bendigam mais e mais, e te ofereçam um sacrifício de louvor pela sua saúde, a fim de que todas as nações conheçam que só tu és o Deus em toda a terra.

20. Raguel mandou logo aos seus criados que enchessem a cova, que tinham feito, antes que fosse dia.

21. Disse a sua mulher que aprontasse um banquete e preparasse tudo o que era necessário aos viajantes, para seu sustento.

22. Também mandou matar duas vacas gordas e quatro carneiros, destinados a um banquete para todos os seus vizinhos e para todos os amigos.

23. Raguel instou com Tobias para que ficasse com ele duas semanas.

24. De tudo o que possuía, Raguel deu metade a Tobias, e declarou por escrito que a outra metade passaria a Tobias depois da sua morte e da de sua mulher.





“Aquele que procura a vaidade das roupas não conseguirá jamais se revestir com a vida de Jesus Cristo.” São Padre Pio de Pietrelcina