1. Por fim estes três homens cessaram de responder a Job, porque se tinha por justo.

2. Então Eliú, filho de Baraquel de Buz, da família de Ram, encheu-se de indignação, e irritou-se contra Job, porque este dizia que era justo diante de Deus.

3. Irritou-se também contra os seus amigos, por não terem achado resposta conveniente para lhe dar, e por, apesar disso, o haverem condenado.

4. Eliú havia esperado calado, enquanto eles falavam com Job, porquanto eram mais velhos.

5. Mas, quando viu que os três não lhe puderam responder, indignou-se fortemente.

6. Então, tomando a palavra Eliú, filho de Baraquel de Buz, disse: Sou novo ainda, e vós já velhos; portanto, abaixando a minha cabeça, não me atrevi a expor-vos o meu parecer.

7. Eu esperava que falasse (com argumentos sólidos) a idade mais madura, e que os muitos anos ensinassem a sabedoria,

8. Sentido deste versículo: Deus deu aos homens uma alma racional capaz de compreender a verdade, mas a verdadeira sabedoria provém de uma inspiração particular do mesmo Deus.

9. Mas, pelo que vejo, é o espirito de Deus nos homens, é a inspiração do Omnipotente que dá a inteligência.

10. Não são sábios os de muita idade, nem os anciãos os que julgam o que é justo.

11. Portanto falarei: Ouvi-me, eu vos mostrarei também o meu pensamento.

12. Falarei, e respirarei um pouco; abrirei os meus lábios, e responderei.

13. Não farei aceitação de pessoa, não adularei seja quem for.

14. Não sei usar circunlóquios, e por um pouco me suportará o meu Criador.





“O Senhor sempre orienta e chama; mas não se quer segui-lo e responder-lhe, pois só se vê os próprios interesses. Às vezes, pelo fato de se ouvir sempre a Sua voz, ninguém mais se apercebe dela; mas o Senhor ilumina e chama. São os homens que se colocam na posição de não conseguir mais escutar.” São Padre Pio de Pietrelcina