1. Respondendo, Baldad de Suhé disse: (ver nota)

2. Até quando dirás palavras vãs? Reflete primeiro, e depois falaremos.

3. Por que nos consideras como animais, e nos tornas por estúpidos?

4. Ó tu, que no teu furor te despedaças, porventura, por causa de ti, será despovoada a terra, e serão transferidos os rochedos do seu lugar?

5. Sim, é certo que a luz (ou prosperidade) do ímpio se apagará, e que não resplandecerá a chama do seu fogo.

6. A luz se obscurecerá na sua casa, e a lâmpada (ou glória), que está sobre ele, se apagará.

7. Os seus passos firmes serão cortados, e o seu próprio conselho o precipitará.

8. Prendem-se os seus pés na rede, anda entre as suas malhas.

9. O seu pé ficará preso pelo laço, ficará fortemente apertado.

10. Está-lhe escondido debaixo da terra o laço, e ao longo da vereda a armadilha,

11. De todas as partes o amedrontarão temores, e lhe enredarão os pés.

13. A pele do seu corpo será devorada; o primogênito da morte devorará os seus membros.

14. Será arrancado da sua tenda onde se julgava seguro, e a morte, como um rei, o calcará.

15. Outros - não mais ele - habitarão na sua casa, e sobre a sua lenda se espalhará enxofre.

16. Por baixo as suas raízes secarão, e por cima serão cortados os seus ramos.

17. Á sua memória perecerá da terra, e não será celebrado o seu nome na região.

18. Será arrojado da luz para as trevas, será desterrado do mundo.

19. Não terá nem descendência nem família no seu povo, nem relíquia alguma no seu pais.

20. Os últimos pasmarão do seu dia (de ruína), e os primeiros serão invadidos pelo horror.

21. Tais serão as moradas do ímpio, tal é o lugar daquele que não conhece (nem teme) a Deus.





“Você deve ter sempre prudência e amor. A prudência tem olhos; o amor tem pernas. O amor, como tem pernas, gostaria de correr a Deus. Mas seu impulso de deslanchar na direção dEle é cego e, algumas vezes, pode tropeçar se não for guiado pela prudência, que tem olhos.” São Padre Pio de Pietrelcina