1. Naquele tempo o Senhor disse-me: Corta duas tábuas de pedra iguais às primeiras, e sobe a mim ao monte; faze também uma arca de madeira.

2. Eu escreverei nestas tábuas as palavras que estavam naquelas que tu quebrastes antes, e tu guardá-las-ás na arca,

3. Eu, pois, fiz uma arca de pau de acácia. Tendo cortado duas tábuas de pedra como as primeiras, subi ao monte com elas nas mãos.

4. O (Senhor) escreveu nestas tábuas, como tinha escrito nas primeiras, as dez palavras que tinha dito sobre o monte, do meio do fogo, estando o povo junto, e deu-mas.

5. Voltando do monte, desci e pus as tábuas na arca que tinha feito, e elas lá estão hoje, como o Senhor me ordenou.

6. Os filhos de Israel transportaram os acampamentos de Boroth, (que era) dos filhos de Jacan, a Mosera, onde morreu e foi sepultado Aarão, em lugar do qual Eleázaro, seu filho, exerceu as funções do sacerdócio.

7. De lá passaram a Gadgad, e, tendo partido deste lugar, foram acampar em Jetebata, terra de águas e de torrentes.

8. Naquele tempo (o Senhor) separou a tribo de Levi, para levar a arca da aliança do Senhor, para estar na sua presença, para o Servir e bem-dizer em seu nome até ao dia de hoje.

9. Por isso Levi não teve parte nem herança com seus irmãos, porque o Senhor mesmo é a herança, como lhe prometeu o Senhor teu Deus.

10. Eu estive sobre o monte, como antes, quarenta dias e quarenta noites, e o Senhor ouviu-me também esta vez, não quis exterminar-te,

11. e disse-me: Vai e marcha diante do teu povo, para que entre e possua a terra que eu jurei a seus pais dar-lhes.

12. E agora, ó Israel, que é o que o Senhor teu Deus pede de ti, senão que temas o Senhor teu Deus, andando nos seus caminhos, amando e servindo o Senhor teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma,

13. observando os mandamentos do Senhor e as suas leis que hoje te prescrevo, para que sejas feliz?

14. Repara que o céu é do Senhor teu Deus, assim como o céu dos céus, a terra e tudo o que há nela.

15. Não obstante isto, o Senhor uniu-se estreitamente a teus pais e amou-os, e escolheu a sua linhagem depois deles, isto é, a vós, dentre todas as nações, como hoje está provado.

16. Circuncidai, pois, o vosso coração, e não endureçais mais a vossa cerviz. (ver nota)

17. porque o Senhor vosso Deus é o Deus dos deuses, o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso, e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem (recebe) presentes.

18. EIe faz justiça ao órfão e à viúva, ama o peregrino e dá-lhe o sustento e vestuário.

19. Amai vós, também, os estrangeiros, porque fostes estrangeiros na terra do Egipto.

20. Temerás o Senhor teu Deus, só a ele servirás, estarás unido a ele, e jurarás pelo seu nome.

21. Ele é a tua glória e o teu Deus, que fez por ti estas grandes e terríveis coisas que os teus olhos viram.

22. Em número de setenta pessoas, os teus pais desceram ao Egipto, e agora o Senhor teu Deus multiplicou-te como as estrelas de céu.





A humildade e a caridade são as “cordas mestras”. Todas as outras virtudes dependem delas. Uma é a mais baixa; a outra é a mais alta. ( P.e Pio ) São Padre Pio de Pietrelcina