1. O Senhor falou a Moisés, dizendo:

2. Fala aos filhos de Israel, e dize-Ihes: Se um homem fizer um voto a Deus, avaliar-se-ão as pessoas relativamente ao Senhor, como tu as avalias.

3. Um homem, dos vinte aos sessenta anos, avaliá-lo-ás em cinquenta siclos de prata, segundo a medida do santuário;

4. Se for mulher, avaliá-la-ás em trinta.

5. Dos cinco anos até aos vinte avaliarás o homem em vinte siclos; a mulher em dez.

6. De um mês até aos cinco anos, avaliarás em cinco siclos um menino; uma menina, em três.

7. Aos sessenta anos e daí para cima avaliarás o homem em quinze siclos; a mulher, em dez.

8. Se for um pobre, e não puder pagar o valor da tua avaliação apresentar-se-á ao sacerdote, e dará o que este avaliar e vir que ele pode dar.

9. O animal, que pode ser imolado ao Senhor, se alguém o prometer como voto, será coisa santa,

10. e não poderá ser trocado, nem um bom por um mau, nem um mau por um bom; mas, se o trocar, tanto o que foi trocado, como aquele por que se trocou, ficará consagrado ao Senhor.

11. Se alguém faz voto dum animal impuro que não pode ser imolado ao Senhor, leve-o diante do sacerdote,

12. o qual, julgando se é bom ou mau, determinará o preço.

13. Se o oferente o quiser resgatar, juntará uma quinta parte sobre a avaliação.

14. Se alguém faz voto da casa e a consagra ao Senhor, o sacerdote a examinará para ver se é boa ou má, e será vendida pelo preço que ele tiver fixado;

15. mas, se o que fez o voto quiser resgatá-la, dará, a mais, uma quinta parte sobre a avaliação, e terá a casa.

16. Se fizer voto, e consagrar ao Senhor um campo, que possui, será avaliado o preço conforme o que leva de semente; se o campo é semeado com trinta alqueires de cevada, será vendido por cinquenta siclos de prata.

17. Se fez voto dum campo logo no princípio do ano do jubileu, será avaliado em tanto quanto pode valer.

18. Mas, se faz o voto algum tempo depois, o sacerdote calculará o preço segundo o número dos anos que restam até ao jubileu, e isto se abaterá ao preço.

19. Porém, se aquele que fez o voto quiser resgatar o campo, juntará uma quinta parte ao preço fixado, e possui-lo-á.

20. Mas, se o não quiser resgatar ou for vendido a outro qualquer, aquele que fez voto dele não poderá resgatá-lo,

21. porque, quando chegar o dia do jubileu, (o campo) será consagrado ao Senhor, e pertencerá ao sacerdote.

22. Se alguém consagra ao Senhor um campo comprado por ele, campo que não faça parte da herança dos maiores,

23. o sacerdote fixará o preço conforme o número dos anos que restam até ao jubileu; aquele que fez o voto, dará este preço ao Senhor.

24. No ano do jubileu, o campo tornará para o antigo dono, que o tinha vendido, e que fazia parte da sua herança.

25. Toda a avaliação se fará pelo peso do siclo do santuário. O siclo tem vinte óbolos.

26. Ninguém poderá consagrar ou fazer voto dos primogênitos, que, como primogênitos, pertencem ao Senhor: seja um boi, seja uma ovelha, são do Senhor.

27. Porém, se o animal é impuro, aquele que o ofereceu, o resgatará segundo a sua avaliação, e juntará a quinta parte do preço; se o não quiser resgatar, será vendido a outro pelo preço fixado por ti.

28. Tudo o que é consagrado ao Senhor, seja um homem, um animal ou um campo, não se venderá, nem se poderá resgatar. Tudo o que uma vez foi consagrado, será uma das coisa santíssima (pertencente) ao Senhor.

29. Toda a pessoa consagrada, que se oferece por um homem, não será resgatada, mas será posta à morte.

30. Todos os dízimos da terra, ou sejam de grão, ou de frutas das árvores, são do Senhor, a ele são consagrados.

31. Mas, se alguém quiser resgatar os seus dízimos, ajuntará ao seu valor uma quinta parte deles.

32. De todos os dízimos de bois, ovelhas e cabras, que passam por baixo do cajado do pastor, todo o décimo (animal), será consagrado ao Senhor. (ver nota)

33. Não se escolherá bom nem mau, nem se trocará por outro; se alguém o trocar, tanto o substituído como o que substituiu, será consagrado ao Senhor, e não será resgatado.

34. Estes são os mandamentos que o Senhor deu a Moisés para os filhos de Israel no monte Sinai.





“Reflita no que escreve, pois o Senhor vai lhe pedir contas disso.” São Padre Pio de Pietrelcina