1. O Senhor falou a Moisés, dizendo:

2. Dirás isto aos filhos de Israel: Se algum homem dentre os filhos de Israel e dos estrangeiros, que habitam em Israel, oferecer seus filhos a Moloch, será punido de morte: o povo o apedrejará.

3. Eu porei o meu rosto contra ele, e o cortarei do meio do seu povo, porque deu de seus filhos a Moloch, profanou o meu santuário e manchou o meu santo nome.

4. Porém, se o povo da terra, descuidando-se e, como que tendo em pouco o meu mandato, deixar ir o homem que deu de seus filhos a Moloch, e não quiser matá-lo,

5. porei o meu rosto contra esse homem e contra a sua família, e cortarei do meio do seu povo assim a ele, como a todos os que, como ele, se prostituem a Moloch.

6. A pessoa que se dirigir a magos e adivinhos, e fornicar com eles, eu porei o meu rosto contra ela, e a exterminarei do meio do seu povo. (ver nota)

7. Santificai-vos e sede santos, porque eu sou o Senhor vosso Deus.

8. Guardai os meus preceitos, e cumpri-os. Eu sou o Senhor que vos santifico.

9. O que amaldiçoar seu pai ou sua mãe, seja punido de morte; amaldiçoou o pai e a mãe: o seu sangue caia sobre ele.

10. Se algum (homem) se tomar réu de fornicação com a mulher de outro, se cometer adultério com a mulher do seu próximo, sejam punidos de morte, assim o adúltero como a adúltera.

11. O que peca com sua madrasta, e descobre (assim) a nudez de seu pai, sejam ambos punidos de morte: o seu sangue caia sobre eles.

12. Se algum pecar com sua nora, morram ambos, porque cometeram um crime: o seu sangue caía sobre elas.

13. Se um homem pecar com um homem, como se ele fosse uma mulher, ambos cometeram uma coisa execranda, sejam punidos de morte: o seu sangue caia sobre eles.

14. Aquele que toma por mulheres a filha e a mãe, cometeu um crime; será queimado vivo com elas, e não será tolerada entre vós tão grande iniquidade.

15. Aquele que peca com um animal grande ou pequeno, seja punido de morte; matai também o animal.

16. A mulher que pecar com qualquer animal, será morta juntamente com ele: o seu sangue caia sobre eles.

17. Se um tomar a sua irmã, filha de seu pai e filha de sua mãe, e vir a sua nudez, e ela vir a nudez do irmão, ambos fizeram uma coisa execranda: serão exterminados do seu povo, por terem descoberto um ao outro a sua nudez: levarão a sua iniquidade.

18. Se um se juntar com uma mulher, no tempo da menstruação e descobrir a sua nudez, e ela se deixar ver neste estado, ambos serão exterminados do meio do seu povo.

19. Não descobrirás a nudez de tua tia materna ou paterna; o que fizer isto, descobriu a ignominia de sua própria carne; ambos levarão a sua iniquidade.

20. Se um pecar com a mulher de seu tio paterno ou materno, e descobrir a nudez de seu tio; ambos levarão o seu pecado; morram sem filhos. (ver nota)

21. O que tomar a mulher de seu irmão, fez uma coisa ilícita: descobriu a nudez de seu irmão; não terão filhos.

22. Guardai as minhas leis e os meus mandamentos, ponde-os em prática, a fim de que a terra em que estais para entrar e para habitar, não vos vomite também a vós.

23. Não caminheis segundo os costumes das nações que eu estou para expulsar da vossa vista, porque fizeram todas estas coisas, e eu as abominei.

24. Mas eu vos digo: Possuireis esta terra, a qual eu vos darei em herança, terra onde corre o leite e o mel. Eu sou o Senhor vosso Deus, que vos separei de todos os outros povos.

25. Separai, pois, também os animais puros dos impuros, e as aves puras das impuras; não manchas as vossas pessoas com os animais, com as aves, e com tudo o que se move sobre a terra, e que eu vos declarei ser impuro.

26. Sereis para mim santos, porque Eu, o Senhor, sou santo, e vos separei de todos os outros povos, para serdes meus.

27. O homem ou mulher em que houver espírito pitónico ou de adivinho, seja punido de morte. Apedreja-los-ão: o seu sangue caia sobre eles.





“Caminhe com alegria e com o coração o mais sincero e aberto que puder. E quando não conseguir manter esta santa alegria, ao menos não perca nunca o valor e a confiança em Deus.” São Padre Pio de Pietrelcina