1. Josias tinha oito anos quando começou a reinar, e reinou trinta e um anos em Jerusalém. Sua mãe chamava-se Idida, filha de Hadaia de Besecat.

2. Ele fez o que era agradável aos olhos do Senhor, andou em todos os caminhos de Davide, seu pai, não declinando nem para a direita nem para a esquerda.

3. No ano décimo oitavo do rei Josias, o rei enviou Safan, filho de Aslia, filho de Messulão, secretário do templo do Senhor, dizendo-lhe:

4. Vai ter com o pontífice Helcias, para se juntar o dinheiro que tem sido levado ao templo do Senhor, o qual os porteiros do templo têm recebido do povo.

5. Seja dado (esse dinheiro) aos encarregados das obras da casa do Senhor, a fim de que o distribuam pelos que trabalham na reparação do templo do Senhor,

6. isto é, pelos carpinteiros e pedreiros, e pelos que reparam as paredes que têm brechas; será também empregado tal dinheiro em comprar madeiras e pedras das pedreiras para se reparar o templo do Senhor.

7. Todavia não se lhes exigirão contas do dinheiro que recebem, porque são pessoas de probidade.

8. O pontífice Helcias disse ao secretário Safan: Eu achei o livro da lei na casa do Senhor. Helcias deu este livro a Safan, que também o leu.

9. O secretário Safan voltou ao rei, deu-lhe conta do que lhe tinha sido mandado, e disse: Os teus servos juntaram o dinheiro que se achou na casa do Senhor, e entregaram-no aos superintendentes das obras do templo do Senhor, a fim de o distribuirem pelos operários.

10. O secretário Safan disse mais ao rei; O pontífice Helcias deu-me um livro. Safan leu-o diante do rei,

11. e o rei ao ouvir as palavras do livro da lei do Senhor, rasgou as suas vestes.

12. E ordenou ao pontífice Helcias, a Aicão, filho de Safan, a Acobor, filho de Milica, a Safan, secretário, e a Asaias, oficial do rei, o seguinte:

13. Ide e consultai o Senhor acerca de mim, e do povo, e de todo o Judá, sobre as palavras deste livro que se achou, porque a ira do Senhor se acendeu grandemente contra nós, porque os nossos pais não ouviram as palavras deste livro, nem puseram em execução tudo o que nos fora prescrito.

14. O pontífice Helcias, Aicão, Acobor, Safan e Asaias, foram ter com a profetiza Holda, mulher de Selum, filho de Tecua, filho de Araaz, guarda-roupa, a qual habitava em Jerusalém, no segundo bairro, e falaram com ela.

15. Ela respondeu-lhes: Eis o que diz o Senhor Deus de Israel: Dizei ao homem que vos mandou ter comigo:

16. Estas coisas diz o Senhor: Vou fazer cair males sobre este lugar e sobre os seus habitantes, conforme todas as palavras da lei que o rei de Judá leu,

17. porque eles abandonaram-me e ofereceram sacrifícios a deuses estrangeiros, irritando-me em todas as obras das suas mãos; a minha indignação se acenderá contra este lugar, e não se extinguirá.

18. Ao rei de Judá, que vos enviou a consultar o Senhor, direis assim: Eis o que diz o Senhor Deus de Israel: Porque ouviste as palavras do livro,

19. e o teu coração se atemorizou e te humilhaste diante do Senhor, depois de ouvidas as palavras contra este lugar e contra os seus habitantes, (isto é, que virã o a ser objecto de espanto e de execração) porque rasgaste os teus vestidos, e choraste diante de mim, eu também te ouvi, diz o Senhor;

20. por isso eu te farei descansar com teus pais, e serás sepultado em paz no teu sepulcro, para que os teus olhos não vejam todos os males que eu hei-de fazer cair sobre este lugar.





“Se precisamos ter paciência para suportar os defeitos dos outros, quanto mais ainda precisamos para tolerar nossos próprios defeitos!” São Padre Pio de Pietrelcina