1. Tira, ó Jerusalém, os vestidos do teu luto e da tua aflição, e reveste-te para sempre da beleza da glória que te vem de Deus,

2. cobre-te do manto da justiça de Deus e põe sobre a tua cabeça o diadema da glória do Eterno.

3. Deus mostrará o teu resplendor a todos os que estão debaixo do céu.

4. O nome, que Deus te imporá para sempre, será: Paz da justiça e glória da piedade,

5. Levanta-te, ó Jerusalém, põe-te no alto e olha para o oriente! Vê teus filhos congregados, desde o poente ao levante, em virtude da palavra do Santo cheios de alegria por Deus se ter lembrado deles.

6. Quando partiram de ti, iam a pé, levados pelos inimigos; mas Deus os traz a ti conduzidos com honra, como príncipes reais.

7. Deus determinou abaixar todos os montes altos e as colinas eternas, e encher os vales para se tornar plana a terra, a fim de que Israel ande com segurança para glória de Deus.

8. Assim os bosques como todas as árvores de suave fragrância, darão sombra (agradável) a Israel por ordem de Deus.

9. Sim, Deus conduzirá Israel com júbilo, à luz da sua magestade, com a misericórdia e a justiça que dele procedem.





“Que o Espírito Santo guie a sua inteligência, faça-o descobrir a verdade escondida na Sagrada Escritura e inflame a sua vontade para praticá-la.” São Padre Pio de Pietrelcina