1. Os que assinaram foram: Neemias, o governador, filho de Haquelai, Sedecias,

2. Saraias, Azarias, Jeremias,

3. Fasur, Amarias, Melquias,

4. Hato, Sebenias, Meluc,

5. Harem, Merimut, Obdias,

6. Daniel, Genton, Baruc,

7. Mosolão, Abias, Miamin,

8. Maazias, Belgai, Semeias. Estes eram sacerdotes.

9. Os Levitas (que assinaram) foram: Josué, filho de Azanias, Benui, dos filhos de Henadad, Cedmiel

10. e seus irmãos: Sebenias, Odaias, Celita, Falaías, Hanan,

11. Mica, Roob, Hasebias,

12. Zacur, Serebias, Sabanias,

13. Odaias, Bani, Baninu.

14. Chefes do povo: Faros, Faat-Moab, Elão, Zetu, Bani,

15. Boni, Azgad, Bebai,

16. Adonias, Begoai, Adin,

17. Ater, Ezequias, Azur,

18. Odaias, Hasum, Besai,

19. Haref, Analot, Nebai,

20. Megfias, Mosolão, Hazir,

21. Mesizabel, Sadoc, Jedua,

22. Feltias, Hanan, Anaias,

23. Oseias, Anania, Hasub,

24. Aloés, Falea, Sobec,

25. Reum, Hasebna, Maasias,

26. Equias, Hanan, Anan,

27. Meluc, Harim, Baana.

28. O resto do povo, os sacerdotes, os Levitas, os porteiros, os cantores, os Natineus, e todos os que se tinham separado dos povos das terras para abraçarem a lei de Deus, as suas mulheres, os seus filhos, as suas filhas,

29. todos os que tinham discernimento, juntaram-se a seus irmãos, os principais entre eles, e prometeram, sob juramento, que andariam na lei de Deus, que o Senhor tinha dado por meio de Moisés, servo de Deus, que guardariam e observariam todos os mandamentos do Senhor nosso Deus, as suas ordens, as suas leis.

30. Prometemos que não daríamos as nossas filhas ao povo da terra, nem tomaríamos as suas filhas para os nossos filhos.

31. Além disso, vindo os povos da terra trazer mercadorias e comestíveis para vender, aos sábados ou em dias santificados, nós não lhos compraremos, nem no sábado nem no dia santificado. (Também) deixaremos (a terra em descanso) no sétimo ano e perdoaremos todas as dívidas.

32. Nós nos imporemos a obrigação de dar cada ano a terça parte dum siclo para as obras da casa do nosso Deus,

33. para os pães da proposição, para a oblação perpétua, para o holocausto perpétuo, para os sacrifícios dos sábados, das neoménias, das festas solenes, para as coisas consagradas, para os sacrifícios pelo pecado, a fim de que (Deus) seja propício a Israel, e para todo o ministério da casa do nosso Deus.

34. Deitamos sortes entre os sacerdotes, os Levitas e o povo, acerca da lenha que se deve oferecer, para que fosse levada à casa do nosso Deus por cada uma das nossas famílias, à vez, no tempo devido, de ano a ano, para se queimar sobre o altar do Senhor nosso Deus, conforme está escrito na lei de Moisés.

35. Prometemos levar todos os anos à casa do Senhor as primícias da nossa terra, as primícias dos frutos de todas as árvores,

36. os primogênitos dos nossos filhos e dos nossos gados, como está escrito na lei, e os primogênitos dos nossos bois e das nossas ovelhas, para serem oferecidos na casa do nosso Deus aos sacerdotes que servem na casa do nosso Deus;

37. também prometemos levar aos sacerdotes, para o tesouro (da casa) do nosso Deus, as primícias dos nossos alimentos, dos nossos licores, dos frutos de todas as árvores, da vinha, do azeite, e pagar o dízimo da nossa terra aos Levitas. Os mesmos Levitas receberão em todas as cidades os dízimos dos nossos trabalhos.

38. O sacerdote da linhagem de Aarão terá parte com os Levitas nos dízimos que os Levitas receberem; os Levitas oferecerão na casa do nosso Deus o dízimo do dízimo, que tiverem recebido, para se guardar na casa do tesouro.

39. Com efeito, os filhos de Israel e os filhos de Levi, levarão as primícias do trigo, do vinho e do azeite, à casa do tesouro; ali estarão os vasos consagrados, e os sacerdotes, os cantores, os porteiros e os ministros. Assim não seremos descuidados para com a casa do nosso Deus.





“As almas não são oferecidas como dom; compram-se. Vós ignorais quanto custaram a Jesus. É sempre com a mesma moeda que é preciso pagá-las”. São Padre Pio de Pietrelcina