1. Então Holofernes disse-lhe: Tem ânimo, não te assustes em teu coração, porque eu nunca fiz mal a pessoa alguma que quisesse servir o rei Nabucodonosor.

2. Se o teu povo me não tivesse desprezado, não teria eu levantado contra ele a minha lança.

3. Mas dize-me, agora, por que motivo os deixaste e te resolveste a vir para nós?

4. Judit respondeu-lhe: Ouve as palavras da tua serva, porque, se seguires as palavras de tua serva, o Senhor chegará aos seus fins por ti.

5. Viva Nabucododosor, rei da terra, e viva o seu poder, que está nas tuas mãos para castigo de todos os desencaminhados, porque não somente os homens por ti o servem, mas até os animais do campo lhe obedecem.

6. Com efeito, a sabedoria do teu espírito é celebrada em todas as nações; por todo o mundo se sabe que tu és o único bom e poderoso em todo o seu reino, e por todas as províncias é exaltada a tua perícia militar.

7. Não se ignora o que disse Aquior nem o que tu ordenaste que lhe fosse feito.

8. E manifesto que o nosso Deus está de tal sorte irritado pelos pecados, que mandou dizer ao povo por meio dos seus profetas, que o entregaria por causa das suas ofensas.

9. Porque os filhos de Israel ofenderam o seu Deus, o temor de ti está sobre eles.

10. Além disso, a fome aperta-os, e, pela falta de água estão já como mortos.

11. Até resolveram matar os seus animais para beber o seu sangue;

12. as próprias coisas consagradas ao Senhor seu Deus, que Deus mandou que se não tocassem — pão, vinho e azeite — resolveram gastá-las, e querem consumir o que não deveriam nem tocar com as mãos; por isso, procedendo assim, é certo que serão abandonados (por Deus) à perdição.

13. Eu, lua serva, tendo sabido estas coisas, fugi deles, e o Senhor enviou-me a revelar-tas.

14. Com efeito, eu, tua serva, adoro a Deus, ainda mesmo agora estando diante de ti, e a tua serva sairá do campo para orar a Deus;

15. ele me dirá quando os hás-de castigar pelo seu pecado, e eu to virei dizer. Levar-te-ei pelo meio de Jerusalém, e terás todo o povo de Israel, como ovelhas que não têm pastor, e nem um só cão ladrará contra ti.

16. Isto me foi revelado pela providência de Deus.

17. Porque Deus está irado contra eles, eu fui enviada para te anunciar estas mesmas coisas.

18. Estas palavras agradaram a Holofernes e aos seus servos. Admiravam a sua sabedoria e diziam uns para os outros:

19. Não há sobre a terra mulher semelhante a esta, no aspecto, na formosura e no acerto das palavras.

20. Holofernes disse-lhe: Bem fez Deus, que te enviou adiante do teu povo, para o entregares nas nossas mãos;

21. visto que a tua promessa é boa, se o teu Deus me fizer isto, será ele também o meu Deus, tu serás grande na casa de Nabucodonosor, e o teu nome será célebre em toda a terra.





“Quanto mais se caminha na vida espiritual, mais se sente a paz que se apossa de nós.” São Padre Pio de Pietrelcina