1. Hiram, rei de Tiro, enviou mensageiros a Davi, com madeira de cedro, pedreiros e carpinteiros para construir-lhe um palácio.*

2. E Davi reconheceu que o Senhor o confirmava rei de Israel, pois que seu reino era exaltado por causa de Israel, seu povo.

3. Davi tomou ainda mulheres de Jerusalém e gerou filhos e filhas.

4. Eis os nomes dos filhos que teve em Jerusalém: Samua, Soba, Natã, Salomão,

5. Jebaar, Elisua, Elifalet,

6. Noga, Nafeg, Jáfia,

7. Elisama, Baaliada e Elifalet.

8. Quando os filisteus souberam que Davi tinha sido sagrado rei de todo o Israel, subiram todos para prendê-lo. Mas Davi foi informado e saiu-lhes ao encontro.

9. Contudo, os filisteus que vinham espalharam-se pelo vale de Refaim.

10. Davi consultou a Deus: “Posso atacar os filisteus? E tu os entregarás em minhas mãos?”. E o Senhor disse-lhe: “Vai! Eu os entregarei em tuas mãos”.

11. Subiram, portanto, a Baal-Farasim e lá Davi os derrotou. Disse então ele: “Deus dispersou meus inimigos, por minha mão, como se dispersam as águas”. Por isso, esse lugar se denominou: Baal-Farasim.

12. Ali abandonaram eles seus deuses. E Davi os mandou queimar.

13. Os filisteus espalharam-se novamente pelo vale.

14. Davi consultou de novo a Deus e este lhe respondeu: “Não te ponhas a persegui-los, mas desvia-te deles e os atacarás diante das amoreiras.

15. Quando ouvires um ruído de passos nas copas das amoreiras, então começarás o combate, porque Deus sairá diante de ti para derrotar o exército dos filisteus”.

16. Fez Davi o que Deus lhe ordenava e derrotou o exército dos filisteus desde Gabaon até Gazer.

17. A fama de Davi espalhou-se por todos os países e o Senhor tornou-o temível para todas as nações.

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.

14,1. Este capítulo interrompe a história da viagem da arca para pôr em relevo o crescente poder de Davi e sua dedicação ao Senhor.




Livraria Católica

Conheça esses e outros livros em nossa livraria.



“Enquanto tiver medo de ser infiel a Deus, você não será’. Deve-se ter medo quando o medo acaba!” São Padre Pio de Pietrelcina