1. A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos:

2. “Filho do homem, a lenha da vinha por que valeria mais que a de galhos das outras árvores da floresta?*

3. Toma-se dela para fazer um objeto? Faz-se mesmo uma cavilha para pendurar o que quer que seja?

4. Eis aí: mete-se no fogo para destruir. Quando o fogo consumir as duas extremidades, e queimar o meio, pode ainda servir para alguma coisa?

5. Quando ele estava intato, não servia para objeto algum; consumido e queimado pelo fogo, ainda menos poderá servir para qualquer coisa.

6. Eis por que diz o Senhor Javé: assim como entre as árvores da floresta é a madeira da vide que eu lanço ao fogo para consumir, assim lançarei eu os habitantes de Jerusalém.

7. Voltarei contra eles a minha face. Fugirão ao fogo; o fogo, porém, os devorará. Saberão que eu sou o Senhor, quando eu voltar contra eles a minha face,

8. e transformar a terra num deserto, porque me têm sido infiéis – oráculo do Senhor Javé”.

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.

15,2. A lenha da vinha: a vinha é aqui tomada como ponto de comparação pelo seu mau lado: a madeira, que não presta para nada. Tal é Israel. Está subentendido que a vinha não produz fruto algum.





“Mesmo quando perdemos a consciência deste mundo, quando parecemos já mortos, Deus nos dá ainda uma chance de entender o que é realmente o pecado, antes de nos julgar. E se entendemos corretamente, como podemos não nos arrepender?” São Padre Pio de Pietrelcina