1. Irmãos, o bom desejo do meu coração e a minha oração a Deus por eles, é que sejam salvos.

2. Pois lhes dou testemunho de que eles têm zelo de Deus, mas mal esclarecido.

3. Porque, não conhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria, não se sujeitaram a justiça de Deus.

4. Com efeito, o fim da lei é Cristo, para a justificação de todo o que crê.

5. Efectívamente Moisés escreveu, a respeito da justiça que vem da lei: O homem que a cumprir, por ela viverá (Lv. 18, 5). (ver nota)

6. Mas a justiça que vem da fé diz assim: Não digas no teu coração: Quem subirá ao céu ?— e isso para fazer descer Cristo. (ver nota)

7. Ou quem descerá ao abismo? — e isso para ressuscitar Cristo dentre os mortos. (ver nota)

8. Mas que diz a Escritura: Perto de ti está a palavra, na tua boca e no teu coração (Dt. 30, 14). Esta é a palavra da fé que pregamos. (ver nota)

9. Porque, se confessares com a tua boca o Senhor Jesus e creres no teu coração que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. (ver nota)

10. Com o coração se crê para (alcançar) a justiça, mas com a boca se faz a confissão para conseguir a salvação.

11. Pois a Escritura diz: Todo o que crê nele não será confundido (Is. 28, 16).

12. Com efeito, não há distinção entre judeu e grego, pois o mesmo (Cristo) é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam.

13. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor, será salvo (Jl. 2, 32).

14. Como invocarão, pois, aquele em quem não creram (ainda)? Ou como crerão naquele, de quem não ouviram falar? E como ouvirão, sem haver quem lhes pregue?

15. E, como pregarão eles, se não forem enviados? Segundo está escrito: Que formosos são os pés dos que anunciam a felicidade! (Is. 52, 7).

16. Mas, nem todos obedecem ao Evangelho. Por isso Isaías diz (Is. 53, 1): Senhor, quem acreditou em nossa pregação?

17. Logo a fé vem pela pregação, e a pregação pela palavra de Cristo.

18. Mas digo : Porventura não ouviram? Sim, por certo, pois por toda a terra se espalhou a sua voz, e até às extremidades da terra (chegaram) as suas palavras (Ps. 18, 5).

19. Digo mais: Porventura Israel não compreendeu? Moisés é o primeiro que lhe diz: Excitarei o vosso ciúme contra uma nação que não é nação (por ser pagã); excitarei a vossa ira contra uma nação louca (Dt. 32, 21). (ver nota)

20. Isaias avança mais e diz (Is. 65, 1): _Fui encontrado pelos que me não buscavam; claramente me descobri aos que não perguntavam por mim.

21. E a Israel diz (Is. 65, 2): Todos os dias estendi as minhas mãos (como um pai carinhoso) a um povo incrédulo e rebelde.





“O amor e o temor devem sempre andar juntos. O temor sem amor torna-se covardia. São Padre Pio de Pietrelcina