1. “Eis como procederás pa­ra consagrá-los como sacer­dotes a meu serviço.

2. Tomarás um novilho e dois carneiros sem defeito; pães sem fermento, bolos sem fermento amassados com azeite, bolachas sem fermento untadas com azeite, tudo feito de flor de farinha de trigo.

3. Tu os porás em uma cesta e os oferecerás ao mesmo tempo que o novilho e os dois carneiros.

4. Farás aproximarem-se Aarão e seus filhos da entrada da tenda de reunião, e os submeterás a uma ablução.

5. Tomarás, em seguida, os ornamentos e revestirás Aarão com a túnica, o manto do efod, o efod e o peitoral, e lhe porás o cinto do efod.

6. Tu lhe porás o turbante na cabeça, e sobre o turbante porás o diadema da santidade.

7. Tomarás o óleo de unção e o ungirás, derramando-o sobre a cabeça.

8. Mandarás aproximarem-se seus fi­lhos e os revestirás de túnicas.

9. Tu os cingirás com um cinto, a Aarão e seus filhos, aos quais imporás tiaras. O sacerdócio lhes pertencerá em virtude de uma lei perpétua. Empossarás Aarão e seus filhos.

10. Levarás o novilho diante da tenda de reunião: Aarão e seus fi­lhos imporão suas mãos sobre a sua cabeça.

11. E imolarás em presença do Senhor o novilho, na entrada da tenda de reunião.

12. Depois tomarás do sangue do novilho, e com o dedo o porás sobre os chifres do altar e derramarás o resto ao pé do altar.

13. Tomarás toda a gordura que cobre as entranhas, a membrana do fígado, os dois rins e a gordura que os envolve, e queimarás tudo sobre o altar.

14. Mas a carne de touro, seu pêlo e seus excrementos, tu os queimarás fora do acampamento: é um sacrifício pelo pecado.

15. Tomarás um dos carneiros, e Aarão e seus filhos imporão suas mãos sobre sua cabeça.

16. Tu o degolarás e tomarás do seu sangue para derramá-lo em volta do altar.

17. Cortarás o carneiro em pedaços, e depois de ter lavado os intestinos e as pernas, os porás sobre os pedaços e sobre a cabeça;

18. e queimarás o carneiro todo sobre o altar. É um holocausto ao Senhor, um sacrifício de agradável odor consumido em honra do Senhor.

19. Tomarás, em seguida, o segundo carneiro, e Aarão e seus filhos imporão suas mãos sobre sua cabeça.

20. Tu degolarás e tomarás do seu sangue para untá-lo na extremidade da orelha direita de Aarão e na extremidade da orelha direita de seus filhos, sobre os dedos polegares de suas mãos direitas e sobre os hálux de seus pés direitos. Depois derramarás o resto do sangue em volta do altar.

21. Aspergirás Aarão e suas vestes, e igualmente seus filhos e suas vestes, com o sangue tomado do altar e com o óleo da unção. Eles serão assim consagrados, ele e suas vestes, bem como seus filhos e suas vestes.

22. Tomarás tudo o que é gordura no carneiro, a cauda, a gordura que envolve as entranhas, a membrana do fígado, os dois rins e a gordura que os envolve, e a coxa direita, porque é o carneiro da investidura.

23. Tomarás ainda, na cesta de pães sem fermento colocada diante do Senhor, um pão, um bolo e uma bolacha.

24. Depositarás tudo isso nas palmas das mãos de Aarão e de seus filhos, e os oferecerás, agitando-os, como oblação diante do Senhor.*

25. Tu os retomarás, em seguida, de suas mãos e os queimarás no altar sobre o holocausto. Esse é um sacrifício de agradável odor apresentado ao Senhor, um sacrifício pelo fogo ao Senhor.

26. Tomarás o peito do carneiro de inauguração de Aarão e o ofere­cerás, agitando-o, como oblação diante do Senhor. Essa será a tua porção.

27. Consagrarás então o peito da oferta agitada e a perna da oferta reservada, todas as partes agitadas e reservadas do carneiro de inauguração que são destinadas a Aarão e seus filhos.

28. Esse será um direito perpétuo devido a Aarão e seus filhos pelos israelitas; essa é uma oferta reservada – aquela que os israelitas terão de tomar de seus sacrifícios pacíficos –, uma reserva que devem ao Senhor.

29. Os ornamentos sagrados de Aarão servirão para seus fi­lhos depois dele, que os vestirão quando se lhes der a unção e forem empossados.

30. Aquele dentre os seus filhos que for sumo sacerdote em seu lugar, e que penetrar na tenda de reunião para o serviço do santuário, os levará du­rante sete dias.

31. Tomarás o carneiro de inauguração e farás cozer a sua carne em um lugar santo.

32. Aarão e seus filhos comerão a sua carne e o pão que está na cesta à entrada da tenda de reunião.

33. Comerão o que tiver sido utilizado para a expiação quando de sua tomada de posse e sua consagração. Estrangeiro algum comerá deles, porque são coisas santas.

34. Se sobrar ainda da carne da vítima de inauguração ou do pão até o dia seguinte, queimarás o resto: não será comido, porque é uma coisa santa.

35. Quanto a Aarão e seus filhos, farás como te ordenei: empregarás sete dias em sua tomada de posse.

36. Cada dia imolarás um novilho em sacrifício expiatório pelo pecado; por esse sacrifício expiatório tirarás o pecado do altar, e tu lhe farás uma unção para consagrá-lo.

37. A expiação do altar se fará durante sete dias; e consagrarás esse altar, que se tornará coisa santíssima, e tudo o que o tocar será consagrado.”

38. “Eis o que sacrificarás permanentemente sobre o altar: dois cordeiros de um ano em cada dia.

39. Oferecerás um desses cordeiros pela manhã e o outro entre as duas tardes.

40. Com o primeiro cordeiro oferecerás a décima parte de um efá de flor de farinha amassada com um quarto de hin de óleo de olivas esmagadas, e como libação um quarto de hin de vinho.

41. Entre as duas tardes oferecerás o segundo cordeiro, acompanhado de uma oferta e de uma libação semelhantes às da manhã. Esse é um sacrifício de agradável odor consumido pelo fogo em honra do Senhor.

42. Esse holocausto será perpétuo e será oferecido, em todas as gerações futuras, à entrada da tenda de reunião, diante do Senhor, onde virei a vós, para falar contigo.

43. É nesse lugar que darei entrevis­ta aos filhos de Israel, e ele será consagrado pela minha glória.

44. Consagrarei a tenda de reunião e o altar; consagrarei igualmente Aarão e seus filhos, para que sejam sacerdotes a meu serviço.

45. Habitarei no meio dos israelitas e serei o seu Deus.

46. Saberão então que eu, o Senhor, sou o seu Deus que os tirou do Egito para habitar entre eles, eu, o Senhor, seu Deus.”

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.

29,24. Agitando-os: gesto indicando que se davam a Deus as coisas oferecidas; mas que Deus, por sua vez, as cedia aos sacerdotes.




Livraria Católica

Conheça esses e outros livros em nossa livraria.



“Aquele que procura a vaidade das roupas não conseguirá jamais se revestir com a vida de Jesus Cristo.” São Padre Pio de Pietrelcina