1. Eis o que diz o Senhor a Ciro, seu ungido, a quem tomou pela mão, para derribar ante a sua face as nações, para desapertar o talabarte dos reis, para abrir diante dele as portas, sem que nenhuma lhe seja fechada.

2. Irei diante de ti, aplanarei os caminhos pedregosos, arrombarei as portas de bronze, quebrarei as trancas de ferro.

3. Dar-te-ei tesouros escondidos, riquezas aferrolhadas, a fim de que saibas que eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que te chamo pelo teu nome.

4. Por amor de meu servo Jacob, e de Israel, meu escolhido, te chamei pelo teu nome; designei-te (para esta missão) antes que me conhecesses.

5. Eu sou o Senhor, e não há outro; fora de mim, não há Deus. Cingi-te, quando não me conhecias,

6. para que saibam (todos), desde o oriente ao poente, que nada há fora de mim. Eu sou o Senhor, não há outro.

7. Formo a luz e crio as trevas, faço a paz e mando o castigo (aos povos); sou eu, o Senhor, que faço todas estas coisas.

8. Derramai, ó céus, lá dessas alturas o vosso orvalho, e as nuvens façam chover a justiça! Abra-se a terra e brote a salvação; ao mesmo tempo faça germinar a justiça. Eu sou o Senhor que crio tudo isto.

9. Ai daquele que disputa contra o seu Criador (não sendo mais que um) vaso entre os vasos de terra. Porventura dirá o barro ao oficial que o maneja: Que fazes? A obra dirá ao oleiro: Não tens mãos?

10. Ai do que diz ao seu pai: Por que me geraste? E à sua mãe: Por que me deste à luz?

11. Eis o que diz o Senhor, o Santo de Israel, aquele que o formou: Ousais perguntar-me as coisas futuras, interrogar-me acerca dos meus filhos e da obra de minhas mãos? (ver nota)

12. Eu fiz a terra, e quem sobre ela criou o homem fui eu; as minhas mãos estenderam os céus, e a toda a sua milícia dou as minhas ordens.

13. Fui eu que o suscitei (a ele Ciro) para fazer justiça, e aplanarei todos os seus caminhos; ele reedificará a minha cidade e libertará os meus cativos, sem resgate nem presentes, diz o Senhor Deus dos exércitos.

14. Eis o que diz o Senhor: O trabalho do Egito, o tráfico da Etiópia e os de Sabaim, homens de grande estatura, passarão para ti, serão teus. Caminharão atrás pagãos, de ti, irão com algemas nas mãos, adorar-te-ão e far-te-ão as suas súplicas, dizendo: Só em ti está Deus, e fora de ti não há Deus.

15. Tu verdadeiramente és um Deus escondido, Deus de Israel, ó Salvador.

16. Todos ficam confundidos e envergonhados, todos se vão cobertos de opróbrio, os fabricantes de ídolos.

17. Israel recebeu do Senhor uma salvação eterna; vós (ó filhos de Jacob) não sereis confundidos, nem corareis de vergonha, pelos séculos dos séculos.

18. Porque eis o que diz o Senhor, que criou os céus, o mesmo Deus que formou a terra, que a acabou e consolidou, que não fez dela um caos, mas que a formou para que fosse habitada: Eu sou o Senhor, e não há outro.

19. Não tenho falado às ocultas nalgum lugar tenebroso da terra. Não disse à linhagem de Jacob: Buscai-me em vão. Eu sou o Senhor, que falo a verdade, que anuncio o que é recto.

20. Congregai-vos e vinde, aproximai-vos todos juntos, vós os que fostes salvos dentre as nações; insensatos se têm mostrado os que levam o seu ídolo de madeira, que dirigem as suas preces a um deus que não salva.

21. Falai, vinde, tomai conselho todos juntos. Quem anunciou estas coisas desde o princípio? Quem as predisse, há muito tempo? Porventura não fui eu, o Senhor? Não há outro Deus além de mim. Deus justo e salvador, não o há fora de mim.

22. Convertei-vos a mim, e sereis salvos, vós todos os povos da terra, porque eu sou Deus, e não há outro.

23. Jurei por mim mesmo; da minha boca sai a verdade; a minha palavra não será revogada: (ver nota)

24. Todo o joelho se dobrará diante de mim, e toda a língua jurará (pelo meu nome). (ver nota)

25. Dir-se-á: A justiça e a força residem no Senhor. A ele virão e serão confundidos todos os que se lhe opõem.

26. No Senhor será justificada e glorificada toda a descendência de Israel.





“O homem sem Deus é um ser mutilado”. São Padre Pio de Pietrelcina