1. Bem-aventurado o homem que não segue o conselho dos ímpios, e não anda pelo caminho dos pecadores, e não se senta na reunião (dos maus);

2. antes põe as suas complacências na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite.

3. Ele é como a árvore plantada junto às correntes das águas, que a seu tempo dá fruto, cujas folhas não murcham, e todas as coisas que faz têm bom êxito.

4. Não assim os ímpios, não assim; mas são como a palheira que o vento leva.

5. Por isso os ímpios não se sustentarão no (dia do) juízo, nem os pecadores (estarão) na congregação dos justos, (ver nota)

6. porque o Senhor cuida do caminho dos justos, e o caminho dos impios perecerá.





Uma filha espiritual perguntou a Padre Pio: “O Senhor cura tantas pessoas, por que não cura esta sua filha espiritual?” Padre Pio respondeu-lhe em voz baixa: “E não nos oferecemos a Deus?” São Padre Pio de Pietrelcina