1. Ao mesmo tempo o Senhor fez que ali houvesse um grande peixe para engolir Jonas; e Jonas esteve no ventre do peixe três dias e três noites.

2. Jonas fez oração ao Senhor seu Deus, do ventre do peixe.

3. Disse: Clamei ao Senhor no meio da minha tribulação, e ele ouviu-me. Clamei do ventre do sepulcro, e tu ouviste a minha voz.

4. Lançaste-me ao abismo, ao coração dos mares, e as correntes das águas me cercaram; todas as tuas vagas e todas as tuas ondas passaram por cima de mim.

5. E eu já dizia: Fui rejeitado de diante dos teus olhos; acaso verei ainda novamente o teu santo templo?

6. As águas me cercaram até ao pescoço, o abismo encerrou-me em si, as algas cercavam-me a cabeça.

7. Desci até às raízes dos montes; os ferrolhos da terra encerraram-me para sempre; tu, contudo, Senhor Deus meu, retiraste a minha vida da cova.

8. Quando em mim desfalecia a minha alma, lembrei-me do Senhor; a minha oração chegou a ti, subindo até ao teu santo templo.

9. Os que se entregam aos ídolos vãos, abandonam a misericórdia (daquele que os teria livrado).

10. Eu, porém, te oferecerei sacrifícios com cânticos de louvor, cumprirei todos os votos que fiz. Do Senhor vem a salvação.

11. Então o Senhor mandou ao peixe, e este vomitou e Jonas na praia.





“Seja perseverante nas orações e nas santas leituras.” São Padre Pio de Pietrelcina