1. Paulo, chamado a ser Apóstolo de Jesus Cristo, por vontade de Deus, e Sóstenes, irmão,

2. à Igreja de Deus, que está em Corinto, aos santificados em Jesus Cristo, chamados a ser santos, com todos os que, em qualquer lugar, invocam o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, seu Senhor e nosso:

3. Graça e paz (vos sejam dadas) da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

4. Dou graças, incessantemente, ao meu Deus por vós, pela graça de Deus, que vos foi dada em Jesus Cristo,

5. porque nele fostes cumulados de todas as riquezas, de todas as (riquezas) da palavra e da ciência,

6. na medida em que a pregação de Cristo tomou força entre vós,

7. de maneira que nada falte em graça alguma a vós, que esperais a manifestação de Nosso Senhor Jesus Cristo,

8. o qual também vos confirmará até ao fim para que sejais irrepreensíveis no dia da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo.

9. Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à sociedade de seu Filho Jesus Cristo Nosso Senhor.

10. Ora, rogo-vos, Irmãos, pelo nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos o mesmo e que entre vós não haja discórdias, mas vivei em perfeita harmonia no mesmo espírito e no mesmo parecer.

11. Porque a vosso respeito, Irmãos meus, me foi referido pelos (da casa) de Cloé, que há contendas entre vós.

12. E digo isto, porque cada um de vós diz: "Eu sou de Paulo! Eu de Apolo! Eu de Cefas! Eu de Cristo."

13. Está dividido Cristo? Porventura Paulo foi crucificado por vós? Ou fostes baptizados em nome de Paulo?

14. Dou graças a Deus, porque não batizei nenhum de vós, senão Crispo e Caio,

15. para que ninguém diga que fostes batizados em meu nome.

16. Batizei também a família de Estéfanas. De resto não sei se batizei mais alguém.

17. Com efeito Cristo não me enviou a batizar, mas a pregar o Evangelho, não com a sabedoria das palavras, para que não se torne inútil a Cruz de Cristo.

18. Efetivamente, a palavra da cruz é uma loucura para os que se perdem, mas, para os que se salvam, isto é, para nós, é a virtude de Deus.

19. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios e reprovarei a prudência dos prudentes (Is. 29, 14).

20. Onde está o sábio? Onde o homem instruído? Onde o disputador deste mundo? Porventura não convenceu Deus de loucura a sabedoria deste mundo?

21. De fato, como ante a sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus por meio da sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes por meio da loucura da pregação.

22. Enquanto os Judeus exigem milagres e os Gregos buscam a sabedoria,

23. nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os Judeus e loucura para os gentios,

24. mas, para os que são chamados (à fé) quer dos Judeus, quer dos Gregos, é Cristo virtude de Deus e sabedoria de Deus;

25. porque o que é loucura em Deus, é mais sábio que os homens, e o que é fraqueza em Deus, é mais forte que os homens.

26. Considerai, pois, Irmãos, a vossa vocação, (e vereis) que (entre vós não há) nem muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos nobres;

27. mas as coisas loucas, segundo o mundo, escolheu-as Deus para confundir os sábios, e as coisas fracas, segundo o mundo, escolheu-as Deus para confundir as fortes;

28. Deus escolheu as coisas vis e desprezíveis, segundo o mundo, e aquelas que não são, para destruir as que são, (ver nota)

29. para que nenhuma criatura se glorie diante dele.

30. É por ele que estais em Jesus Cristo, o qual foi feito por Deus, para nós, sabedoria, justiça, santificação e redenção,

31. para que, como está escrito: O que se gloria, glorie-se no Senhor (Je. 9, 24).





“É preciso amar, amar e nada mais”. São Padre Pio de Pietrelcina