Encontrados 368 resultados para: Judeus

  • Naquele tempo Rasiu, rei da Síria, incorporou novamente Aila à Síria, e lançou fora de Aila os Judeus; os Idumeus foram para Aila, onde habitaram até ao dia de hoje. (II Reis 16, 6)

  • Ao cabo de sete meses, aconteceu que veio Ismael, filho de Natanias, filho de Elisama, de sangue real, com dez homens em sua companhia, e feriram Godolias, que morreu; (feriram) também os Judeus e os Caldeus que estavam com ele em Masfa. (II Reis 25, 25)

  • (Jaaziel) disse: Ouvi todos vós, Judeus e habitantes de Jerusalém, e também tu, ó rei Josafat: Eis o que vos diz o Senhor: Não vos assusteis, não tenhais medo desta multidão, porque não é vossa a peleja, mas sim de Deus. (II Crônicas 20, 15)

  • Saiba o rei que os Judeus, que saíram de junto de ti para nós, foram para Jerusalém, cidade rebelde e má, a qual reedificam, reconstruindo os seus muros e restaurando os seus fundamentos. (Esdras 4, 12)

  • Logo que a cópia desta carta do rei Artaxerxes foi lida diante de Reum, governador, e de Samsai, secretário, e dos seus conselheiros, eles a toda a pressa, foram a Jerusalém ter com os Judeus e impediram-nos, à mão armada, de continuar os trabalhos. (Esdras 4, 23)

  • O profeta Ageu e o profeta Zacarias, filho de Ado, profetizaram em nome de Deus de Israel aos Judeus que estavam na Judeia e em Jerusalém. (Esdras 5, 1)

  • Mas Deus olhou favoravelmente para os anciãos dos Judeus, e não se impôs a cessação dos trabalhos, até que se expusesse este assunto a Dario e que se recebesse carta sobre ele. (Esdras 5, 5)

  • Também os vasos de ouro e de prata do templo de Deus, que Nabucodonosor tinha levado do templo, que estava em Jerusalém, e tinha transportado para o templo de Babilónia, o rei Ciro tirou-os do templo de Babilónia, e foram dados a Sassabasar, a quem o rei também constituiu príncipe (ou governador dos Judeus), (Esdras 5, 14)

  • Agora, pois, Talanai, governador das terras, que estão da banda de além do rio, Starbuzanai, e vossos colegas Afarsaqueus, que viveis da banda de além do rio, retirai-vos dos Judeus. (Esdras 6, 6)

  • Deixai que prossigam os trabalhos do templo de Deus, e que o governador dos Judeus e os seus anciãos edifiquem aquela casa de Deus no seu lugar. (Esdras 6, 7)

  • Também ordeno como é que se deve proceder com aqueles anciãos dos Judeus, pelo que diz respeito à edificação da casa de Deus: do erário do rei, isto é, dos tributos que pagam as terras de além do rio, pague-se com pontualidade àqueles homens o que for necessário para as despesas, para que não se embarace a obra. (Esdras 6, 8)

  • Saiba o rei que os Judeus, que saíram de junto de ti para nós, foram para Jerusalém, cidade rebelde e má, a qual reedificam, reconstruindo os seus muros e restaurando os seus fundamentos. (Esdras 6, 12)


“O temor e a confiança devem dar as mãos e proceder como irmãos. Se nos damos conta de que temos muito temor devemos recorrer à confiança. Se confiamos excessivamente devemos ter um pouco de temor”. São Padre Pio de Pietrelcina